sicnot

Perfil

Mundo

Anúncio publicitário com "muro de Trump" vetado na Super Bowl

Uma mãe e filha mexicanas que tentam atravessar a fronteira para os Estados Unidos, numa longa e difícil viagem.É este o tema de um anúncio que a Fox exigiu que fosse editado para que pudesse passar na Super Bowl. O anunciante, uma empresa de construção, teve de dividir a história em duas partes e omitir da final de futebol americano o polémico "muro de Trump".

O anúncio da construtora mostrava um gigantesco muro com uma porta de madeira e com a mensagem: "A vontade de ser bem sucedido é sempre bem-vinda aqui". A Fox não gostou da exibição do muro e exigiu que 84 Lumber o editasse.

O anúncio ficou, assim, com duas partes: a versão que foi para o ar no Super Bowl, e que conta apenas o início da jornada, e a parte integral, que só poder ser vista ao aceder ao site.

1ª parte:

Nesta última versão, mãe e filha chegam a pé ao imponente muro. A mãe começa a chorar, enquanto a menina segura uma bandeira dos Estados Unidos feita de farrapos, que foi encontrando ao longo do caminho.

Versão integral:

Logo após a exibição do anúncio online, o site da 84 Lumber ficou inacessível, dada a quantidade de tentativas de acesso.

Seguiu-se uma enchente de comentários nas redes sociais, uns de elogio, outros de crítica.

A 84 Lumber, uma construtora familiar, recusou-se comentar se o anúncio deverá ser conotado como sendo pró ou contra a medida de Trump.

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.