sicnot

Perfil

Mundo

"Putin é um assassino", diz jornalista. "E o nosso país é assim tão inocente?", questiona Trump

O Kremlin exige um pedido de desculpa por parte da cadeia de televisão norte-americana Fox News pelos comentários "inaceitáveis" que fez sobre o Presidente russo. Durante uma entrevista a Donald Trump, o jornalista qualificou Vladimir Putin de "assassino".

Na entrevista, difundida no domingo, o jornalista Bill O'Reilly pressionava Donald Trump a explicar as razões porque respeita o homólogo russo.

"Putin é um assassino", declarou o jornalista Bill O'Reilly. Ao que Trump respondeu: "Há muitos assassinos. Acha que o nosso país é assim tão inocente?".

Estas duas frases estão agora a incendiar os dois lados do Atlântico.

"Consideramos que tais declarações da parte do jornalista da Fox News são inadmissíveis e insultuosas e, honestamente, preferíamos que esta respeitável cadeia de televisão apresentasse as suas desculpas ao Presidente" Putin, declarou aos jornalistas o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Em Washington, as palavras de Trump irritaram os congressistas republicanos, que dizem que não há comparação possível entre o comportamento dos políticos russos e dos norte-americanos. A vontade de Trump de estabelecer boas relações com Moscovo suscita preocupações em Washington.

Vladimir Putin domina a política russa há 17 anos, umas vezes Presidente, outras primeiro-ministro. Os opositores acusam-no de mandar executar os seus críticos. Em janeiro de 2016, um juiz britânico disse que Putin tinha "provavelmente" autorizado o assassínio do antigo agente do KGB Alexander Litvinenko em Londres.

Ainda antes de ser eleito Presidente do EUA, Trump foi questionado pela Fox News sobre estas acusações, respondendo que não havia provas de que Putin fosse culpado.

"Primeiro que tudo, ele [Putin] diz que não o fez. Muitas pessoas dizem que não foi ele. Por isso, quem sabe quem o fez?", concluiu Trump.

  • Detido dono do cão que feriu criança com gravidade

    País

    O dono do cão de raça Rottweiler que esta terça-feira feriu com gravidade uma criança de 4 anos em Matosinhos foi detido pela PSP e o animal já foi recolhido no canil municipal, informou fonte oficial da autarquia.

  • A fuga dos PIDES
    20:08
  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.