sicnot

Perfil

Mundo

Advogado de Snowden pede a Trump que pare com o processo

© MAXIM ZMEYEV / Reuters

O advogado do antigo analista da Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA) Edward Snowden pediu esta terça-feira ao Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que suspenda o processo judicial contra o seu cliente.

"Temos uma grande esperança de que o novo presidente dos Estados Unidos lide com esta questão de forma sensata e tome a única decisão correta: parar o processo contra Snowden, um homem que ama e sente a falta dos Estados Unidos", disse hoje o advogado Anatoli Kucherena aos meios de comunicação russos.Kucherena, representante legal de Snowden desde que lhe foi concedido asilo na Rússia em 2013, assegurou que - caso parasse o processo contra o seu cliente - Trump "aumentaria ainda mais a sua autoridade", uma vez que, com Barack Obama, o seu antecessor, "o caso esteve sempre no plano político".

O advogado também aproveitou para desmentir que a Rússia tenha recebido - desde que Trump chegou à Casa Branca - alguma petição de extradição de Snowden por parte da justiça norte-americana, que quer julgar o antigo analista por este ter posto em perigo a segurança nacional ao roubar e divulgar informação secreta.Recentemente, o antigo subdiretor da CIA Michael Morell afirmou que o presidente russo, Vladimir Putin, poderia dar como "presente de investidura" a Trump a extradição de Edward Snowden.

Morell dizia que a entrega de Snowden permitiria a Putin assegurar as boas relações pessoais com Trump, ao mesmo tempo que melhoraria a imagem da Rússia no mundo.

Kucherena salienta que, com as suas denúncias, Snowden contribuiu para a vitória de Trump nas eleições presidenciais, ao denunciar que "o Governo norte-americano viola gravemente os direitos humanos e está implicado em atividades ilegais".

A denúncia de Snowden "tirou pontos aos democratas", disse o advogado, nomeadamente aquelas em que dava conta que os serviços secretos espiavam não só os seus próprios cidadãos como também mandatários estrangeiros, mesmo os aliados.

Em meados de janeiro, a Rússia prorrogou por três anos a autorização de residência de Snowden, pelo que a partir de 2020 poderia ter direito a solicitar a cidadania russa, explicou Kucherena.

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.