sicnot

Perfil

Mundo

Amnistia Internacional pediu à ONU para investigar execuções na Síria

Amnistia Internacional pediu à ONU para investigar execuções na Síria

Segundo a Amnistia Internacional, 13 mil opositores do Governo sírio terão sido executados em segredo entre 2011 e 2015 com a autorização das mais altas chefias. A organização apelou à ONU para que investigue o caso. Bashar al-Assad fez saber que os interesses sírios se sobrepõem ao risco de ter de responder por crimes contra a Humanidade.

  • Cessar-fogo violado na Síria
    1:37
  • Chuva regressa nos próximos dias
    1:30
  • Luso-canadiana quer atingir os 7 cumes mais altos dos 7 continentes
    2:08