sicnot

Perfil

Mundo

Criança morre após correr "vários quilómetros" como castigo por ter molhado a cama

Facebook Shpetim Xhafa

Um menino de cinco anos terá sido morto pelo padrasto, depois de ter corrido alegadamente "vários quilómetros" como castigo por ter urinado na cama. O corpo de Yanis foi encontrado perto da sua casa em Aire-sur-la-Lys, em França, envergando apenas a roupa interior.

O menino foi encontrado com o nariz partido e as autoridades acreditam que morreu de paragem cardiorrespiratória. O caso aconteceu no norte de França, depois do menino alegadamente ser obrigada a correr no meio da noite de domingo.

A tia de Yanis recorreu ao Facebook para homenagear a criança. "Descansa em paz, meu amor", escreveu Shpetim Xhafa.

A mãe da criança, de 22 anos, e o padrasto, de 30 anos, foram detidos e estão a ser interrogados sobre as alegações feitas que o menino foi abusado fisicamente. As autoridades francesas estão a trabalhar na teoria de que Yanis foi castigado pelos seus pais por ter urinado na cama.

Terá sido o casal a chamar a ambulância, depois de encontrar a criança de cinco anos inconsciente a quase 200 metros de casa.

O advogado do Ministério Público afirmou ao Daily Mail que a criança foi "obrigada a correr uma distância de vários quilómetros ao longo do rio La Lys". "As condições da sua morte levaram-nos a colocar os pais sob custódia por suspeitas de violência que causaram a sua morte", disse Patrick Leleu.

Um porta-voz da polícia disse ao jornal Le Parisien que "a investigação irá determinar se a criança morreu de frio, se isto é o resultado de uma queda, ou um caso de abuso".

  • Atropelamento em Copacabana fere 15 e mata bebé de 18 meses
    1:13

    Mundo

    Pelo menos uma pessoa morreu e 15 ficaram feridas num atropelamento na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no Brasil. O condutor, um homem de 41 anos, diz ter perdido o controlo do carro, invadiu a calçada, percorreu 15 metros e só parou no areal de uma das zonas mais turísticas do Brasil. A polícia militar confirmou, entretanto, em comunicado que não há qualquer indício de que se tenha tratado de um ataque terrorista e avançou que o condutor sofreu um ataque de epilepsia.

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45
  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38