sicnot

Perfil

Mundo

Dois alegados recrutadores do Daesh detidos em Espanha

O grupo desarticulado era uma "célula operacional, com manifesta vontade de realizar atentados na Catalunha", segundo a polícia espanhola.

© Albert Gea / Reuters

As autoridades espanholas prenderam esta terça-feira em Barcelona dois cidadãos marroquinos alegadamente ligados ao grupo extremista Daesh e que se dedicavam ao financiamento e recrutamento, anunciou o Ministério do Interior.

As detenções ocorreram em Badalona, Barcelona, região autónoma da Catalunha.

Segundo o Ministério do Interior, os dois homens usavam as redes sociais, através da internet, para difundir propaganda do Daesh e mantinham contactos frequentes com extremistas presentes em zonas de conflito.

Os detidos, supostamente membros de um grupo de apoio ao Daesh, colaboravam também em atividades de financiamento através de tráfico de drogas e roubos.

De acordo com o comunicado do Ministério do Interior espanhol, os dois homens, de 25 e 27 anos, têm nacionalidade marroquina e foram já acusados de atos de recrutamento de extremistas.

Além dos contactos que mantinham em Espanha, os dois homens estabeleciam ligações com outros países e, segundo as autoridades espanholas, já captaram várias pessoas para combaterem "em zonas de conflito".

Em 2013, o Ministério do Interior de Espanha elevou para quatro o nível de alerta antiterrorista sendo que as autoridades já detiveram, em território espanhol, 185 pessoas com "o terrorismo islâmico".

Lusa

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.