sicnot

Perfil

Mundo

Dois alegados recrutadores do Daesh detidos em Espanha

O grupo desarticulado era uma "célula operacional, com manifesta vontade de realizar atentados na Catalunha", segundo a polícia espanhola.

© Albert Gea / Reuters

As autoridades espanholas prenderam esta terça-feira em Barcelona dois cidadãos marroquinos alegadamente ligados ao grupo extremista Daesh e que se dedicavam ao financiamento e recrutamento, anunciou o Ministério do Interior.

As detenções ocorreram em Badalona, Barcelona, região autónoma da Catalunha.

Segundo o Ministério do Interior, os dois homens usavam as redes sociais, através da internet, para difundir propaganda do Daesh e mantinham contactos frequentes com extremistas presentes em zonas de conflito.

Os detidos, supostamente membros de um grupo de apoio ao Daesh, colaboravam também em atividades de financiamento através de tráfico de drogas e roubos.

De acordo com o comunicado do Ministério do Interior espanhol, os dois homens, de 25 e 27 anos, têm nacionalidade marroquina e foram já acusados de atos de recrutamento de extremistas.

Além dos contactos que mantinham em Espanha, os dois homens estabeleciam ligações com outros países e, segundo as autoridades espanholas, já captaram várias pessoas para combaterem "em zonas de conflito".

Em 2013, o Ministério do Interior de Espanha elevou para quatro o nível de alerta antiterrorista sendo que as autoridades já detiveram, em território espanhol, 185 pessoas com "o terrorismo islâmico".

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.