sicnot

Perfil

Mundo

Polícia espanhola investiga furto de 30 mil euros em joias na gala dos Goya

© Regis Duvignau / Reuters

A polícia espanhola está a investigar o roubo de várias peças de joalharia avaliadas em 30 mil euros, furtadas no sábado de um quarto do hotel Marriott Auditorium de Madrid, onde decorreu a gala dos prémios de cinema Goya.

Fontes da polícia de Madrid confirmaram o furto reportado hoje por diversos media, estando os investigadores a analisar as imagens das câmaras de segurança do hotel, donde desapareceu uma caixa com anéis, pendentes, relógios e botões de punho que a joalharia Suárez emprestou para a cerimónia de gala dos prémios da Academia de Cinema espanhola.

Segundo a queixa apresentada pelo chefe da segurança do hotel e o chefe da produção da 31.ª edição dos prémios Goya, a caixa com as joias encontrava-se num dos quartos do hotel onde estavam guardados outros elementos usados na cerimónia, pelo que inúmeras pessoas entraram e saíram do espaço.

De facto, só na segunda-feira - a gala realizou-se na noite de sábado - é que os funcionários deram conta do furto quando começaram a organizar a devolução às marcas de joias que emprestaram peças para os apresentadores e convidados da cerimónia.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14