sicnot

Perfil

Mundo

Venezuela recusou ajuda humanitária oferecida pelo Brasil

A Venezuela recusou receber ajuda humanitária enviada pelo vizinho Brasil, revelou o Presidente brasileiro Michel Temer, numa carta em que manifesta preocupação pela crise político-económica venezuelana.

"Reafirmo que é com especial preocupação que acompanhamos a situação na Venezuela. Já oferecemos ajuda humanitária, em particular inclusive pela doação de medicamentos. Infelizmente a oferta não foi aceite", afirma, na missiva enviada ao presidente do parlamento venezuelano, Júlio Borges.

O documento, cujo conteúdo foi hoje divulgado em Caracas, explica que o Governo brasileiro continua "na disposição de contribuir, na medida do possível, no mais absoluto respeito pela soberania da Venezuela".

"Saiba vossa excelência e saibam todos os vossos concidadãos, que o Brasil está e sempre estará ao lado do irmão povo venezuelano", sublinha.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas da população sobre as dificuldades para aceder a alguns produtos do cabaz básico alimentar e medicamentos, uma situação que o parlamento venezuelano, em que a oposição é maioritária, considera configurar um quadro de emergência humanitária no país.

Segundo a imprensa venezuelana, o Governo do Presidente Nicolás Maduro tem dificultado a entrada de medicamentos, recolhidos em diversos países e enviados ao cuidado da Cáritas.

O Executivo admite falhas na distribuição de produtos alimentares e medicamentos, mas suspeita que por detrás do apoio esteja a ser configurada uma violação da soberania nacional.

Fontes da Associação Farmacêutica Venezuelana dão conta que a escassez de medicamentos ronda os 85%.

Lusa


  • Pelo menos dois feridos em confrontos entre adeptos do Benfica e do Braga
    1:55

    Desporto

    Antes do jogo do Benfica e do Sporting de Braga, registaram-se confrontos entre os adeptos, no Estádio Municipal de Braga. Os confrontos causaram pelo menos dois feridos. Os benfiquistas queixaram-se de agressões e criticaram a ausência da polícia. Várias viaturas foram danificadas durante os distúrbios e a PSP chegou a separar adeptos do Braga e do Benfica.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Donald Trump culpa imigrantes por ataque que nunca existiu
    1:01
  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.