sicnot

Perfil

Mundo

Chefe conservador nacionalista polaco alerta que UE a várias velocidades acaba por explodir

© Agencja Gazeta / Reuters

O chefe do partido conservador nacionalista que está no poder na Polónia, Jaroslaw Kaczynski, preveniu esta quarta-feira que uma Europa a "diferentes velocidades", evocada por vários dirigentes da União Europeia (UE), como a chanceler alemã, provocaria a sua "explosão".

Sem ocupar qualquer posição institucional, mas considerado o inspirador de todas as decisões importantes do Governo polaco, Kaczynski foi entrevistado por jornalistas de meios de comunicação públicos, um dia depois de se ter reunido com Merkel.

Uma Europa a diferentes velocidades é "uma ideia para a fazer explodir e, de facto, para aniquilar a União Europeia no sentido atual do termo", considerou Kaczynski.

"Uma reforma que reforce os Estados europeus" foi a alternativa que Kaczynski avançou, em termos de soluções para o futuro europeu.

A chanceler alemã estimou na sexta-feira, em Malta, que os países da UE poderiam escolher entre uma Europa a "várias velocidades" nos próximos anos, em declarações feitas no final de uma cimeira de dirigentes europeus que discutiram, entre assuntos, o futuro da União.

Através de uma declaração comum, os Estados do Benelux (Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo) aderiram a esta ideia, igualmente subscrita perlo chefe do Governo italiano, Paolo Gentiloni.

O debate sobre a integração europeia, incluindo a moeda única, arrasta-se no seio da UE. A recente vaga de refugiados evidenciou as falhas na solidariedade europeia.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51