sicnot

Perfil

Mundo

Mulher alemã condenada por vender sexo com filha menor na Internet

Cela de "El Chapo"

© Edgard Garrido / Reuters

Um tribunal do estado da Baixa Saxónia (norte da Alemanha) condenou esta quarta-feira uma mulher a quatro anos de prisão por ter vendido sexo com a filha adolescente na Internet.

A mulher, 37 anos, foi presa por abuso sexual grave de crianças e proxenetismo, disse um porta-voz do tribunal.

Os juízes condenaram igualmente o namorado da mulher, 40 anos, a quatro anos e 10 meses de prisão por três acusações de abuso sexual, por crimes cometidos em 2012-13.

A mulher ofereceu a filha de 16 anos para sexo na Internet durante um período de seis meses, tendo ameaçado expulsar a rapariga de casa se recusasse submeter-se.

Também ajudou o namorado a abusar da sua filha mais nova, então com 11 anos, mostraram documentos da acusação.

Durante o julgamento, a mulher reconheceu as acusações, enquanto o namorado contestou o caso, adiantou o porta-voz.

A filha mais velha recorreu à polícia em julho de 2013, mas o julgamento só começou em janeiro, tendo as audiências decorrido à porta fechada devido à idade das vítimas.

Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.