sicnot

Perfil

Mundo

Papa Francisco dá eco ao drama vivido pela minoria muçulmana rohingya em Myanmar

© Tony Gentile / Reuters

O Papa Francisco fez hoje eco do drama que sofrem os 'rohingya', membros da minoria muçulmana que vive no oeste de Myanmar (antiga Birmânia), "perseguidos", "expulsos", "torturados e assassinados" por causa da fé, durante uma audiência celebrada no Vaticano.

Francisco invocou a santa Josefina Bakhita, uma religiosa sudanesa com nacionalidade italiana, que foi protetora dos "imigrantes, dos desterrados, dos explorados" e depois nomeou os "rohingya, expulsos de Myanmar [Notes:Birmânia] ", de acordo com a agência Efe.

"Vão de um sítio para o outro porque não os querem. São bons. Não são cristãos. São gente pacífica. São nossos irmãos e irmãs e desde há anos que sofrem, são torturados, assassinados, simplesmente por manterem a sua fé muçulmana", afirmou o papa.
Jorge Bergoglio pediu que a memória daquela santa ajude os jovens a "prestar atenção aos contemporâneos menos afortunados e que atravessam dificuldades".

O exemplo de Josefina Bakhita, que também foi uma vítima do tráfico de pessoas, serviu ao papa para recordar que hoje se celebra a Jornada de Oração e de Reflexão contra os maus tratos das pessoas, "que este ano é dedicada particularmente às crianças e adolescentes".

O Papa apelou ainda: "aqueles que tenham responsabilidades de governo combatam com decisão esta praga, dando voz aos irmãos mais pequenos, humilhados na sua dignidade".

  • Imagem de bebé rohingya morto num rio está a chocar o Mundo
    0:30

    Mundo

    Uma imagem captada em Myanmar, antiga Birmânia, está a chocar o Mundo. É a fotografia de uma criança que perdeu a vida durante a travessia de um rio para fugir do país. Mohammed Shohayet, de 16 meses, é uma das mais recentes vítimas da crise de refugiados rohingya. Uma das comunidades mais perseguidas do Mundo e que está a ser obrigada a abandonar o Bangladesh rumo a Myanmar. Durante a travessia, a mãe e o irmão mais velho da criança também morreram.

  • "É muito importante que haja um cabal esclarecimento"
    0:37
  • Como se sobrevive à dor em Nodeirinho e Pobrais
    2:43
  • Madeireiros sem emprego após incêndios
    2:57
  • Chamas no concelho de Torre de Moncorvo ameaçaram aldeia
    1:30

    País

    Dois incêndios no concelho de Torre de Moncorvo deram luta aos bombeiros na tarde de ontem e também durante toda a noite. As chamas estiveram muito próximas da aldeia de Cabanas de Cima, mas os bombeiros conseguiram desviar o fogo.