sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal russo mantém condenação de dirigente da oposição Alexei Navalny

© Maxim Shemetov / Reuters

Um tribunal russo considerou esta quarta-feira o opositor Alexei Navalny culpado de desvio de fundos, na repetição de um julgamento de 2013 que foi anulado, o que implica que não possa candidatar-se às presidenciais de 2018.

O juiz Alexei Vtyurin considerou provado que, em 2009, Navalny se apropriou de madeira no valor de 400.000 euros de uma empresa pública de exploração florestal, a Kirovles, quando era consultor do governo regional de Kirov.

A sentença será anunciada numa audiência posterior.

O opositor tinha sido condenado por este caso em 2013, mas o Supremo russo ordenou a repetição do julgamento depois de o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos ter considerado o julgamento parcial e a sentença "arbitrária" e, possivelmente, "de natureza política".

Navalny, 40 anos, candidatou-se em outubro de 2013 às municipais por Moscovo obtendo 27,2% dos votos e foi um dos organizadores das grandes manifestações de dezembro de 2011 pela demissão de Vladimir Putin, os maiores protestos antigovernamentais no país desde o fim da União Soviética.

Em dezembro, anunciou a intenção de se candidatar às presidenciais do próximo ano.

Lusa