sicnot

Perfil

Mundo

Tribunal russo mantém condenação de dirigente da oposição Alexei Navalny

© Maxim Shemetov / Reuters

Um tribunal russo considerou esta quarta-feira o opositor Alexei Navalny culpado de desvio de fundos, na repetição de um julgamento de 2013 que foi anulado, o que implica que não possa candidatar-se às presidenciais de 2018.

O juiz Alexei Vtyurin considerou provado que, em 2009, Navalny se apropriou de madeira no valor de 400.000 euros de uma empresa pública de exploração florestal, a Kirovles, quando era consultor do governo regional de Kirov.

A sentença será anunciada numa audiência posterior.

O opositor tinha sido condenado por este caso em 2013, mas o Supremo russo ordenou a repetição do julgamento depois de o Tribunal Europeu dos Direitos Humanos ter considerado o julgamento parcial e a sentença "arbitrária" e, possivelmente, "de natureza política".

Navalny, 40 anos, candidatou-se em outubro de 2013 às municipais por Moscovo obtendo 27,2% dos votos e foi um dos organizadores das grandes manifestações de dezembro de 2011 pela demissão de Vladimir Putin, os maiores protestos antigovernamentais no país desde o fim da União Soviética.

Em dezembro, anunciou a intenção de se candidatar às presidenciais do próximo ano.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.