sicnot

Perfil

Mundo

Vários projéteis disparados do Sinai para Israel sem causar feridos

Vários projéteis foram disparados esta quarta-feira à noite a partir da Península do Sinai, no Egito, para a estação balnear de Eilat, no Mar Vermelho, no sul de Israel, sem provocarem feridos, anunciou um porta-voz do exército.

"Vários desses 'rockets' foram destruídos em voo pelas baterias do Iron Dome" (Cúpula de Ferro), baterias de interceção destes projéteis, acrescentou o porta-voz.

Um dirigente da autarquia de Eilat declarou à rádio pública que três 'rockets' tinham sido intercetados e um outro explodiu fora da cidade.

Esta península é palco de confrontos sangrentos entre soldados e polícias egípcios contra membros da organização Província do Sinai, o ramo egípcio do grupo radical que se designa por Estado Islâmico.

Anteriormente designada como Ansar Beït al-Maqdess, aquela organização mudou de nome para acentuar a sua obediência a este grupo.

O Ansar Beït al-Maqdess nasceu em março de 2011 com o objetivo de atacar Israel e impedir a cooperação egípcio-israelita, designadamente sabotando o gasoduto que liga os dois países ou lançado projéteis sobre o sul do Estado hebreu.

Lusa

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08