sicnot

Perfil

Mundo

Catálogo com informação sobre 800 mil galáxias está criado e disponível online

© NASA NASA / Reuters

Astrónomos russos e franceses criaram, com a colaboração de "cidadãos cientistas", uma base de dados, disponível online, com informação sobre cerca de 800 mil galáxias.

O "Catálogo de Referência de Energia Espectrográfica de Galáxias" (RCSED, na sigla em inglês), resultado de um trabalho liderado por cientistas da Universidade Estatal Lomonosov de Moscovo é hoje descrito na publicação especializada Astrophysical Journal Supplement.

O RCSED, que recorre a tecnologia 'big data', de processamento de volumes astronómicos de dados, cataloga as propriedades das 800 mil galáxias, apresentando para cada, uma página com informação sobre composição da respetiva poeira estelar, luminosidade - medida nas frequências ultravioleta, luz visível e quase-infravermelha do espectro luminoso - e outra informação espectrográfica, como a composição química de estrelas e nuvens de gás que constituem a galáxia.

De acordo com a publicação, o RCSED é a primeira base de dados do género, apresentando resultados sistematizados de análise homogénea aplicada a um número tão vasto de objetos, integrando informação recolhida por telescópios terrestres e espaciais.

A informação, disponível em rcsed.sai.msu.ru/ pode ser acedida através de um campo de pesquisa onde é introduzido o nome ou as coordenadas da galáxia pretendida.

De acordo com os responsáveis pelo RCSED, a compilação do catálogo de galáxias contou com a colaboração de particulares interessados em astronomia e com competências específicas na área do desenvolvimento de 'sites' na Internet, programação e desenvolvimento de software, incluindo especialistas de algumas das maiores empresas de tecnologias da informação russas,"O RCSED tornou-se possível graças à abordagem interdisciplinar baseada na tecnologia 'Big Data', uma vez que foi necessário aplicar algoritmos muito complexos a um vasto volume de dados, com vários campos de análise a serem processados em paralelo", disse num comunicado divulgado hoje Ivan Katkov, investigador do instituto de astronomia Sternberg da universidade Lomonosov.

O catálogo foi agora tornado público, mas, segundo os responsáveis pelo projeto, nos últimos três anos vários investigadores tiveram acesso à base de dados e, a partir da informação reunida no RCSED, já produziram mais de uma dezena de artigos científicos.Os responsáveis pelo RCSED pretendem ter em breve um universo de mais de um milhão de galáxias reunido na base de dados.

Lusa

  • Governo quer reduzir gastos com papel na função pública
    1:08

    Economia

    O Governo proibiu a livre utilização das impressoras pelos funcionários públicos. O ministro das Finanças quer assim reduzir em 20% a despesa em consumo de papel e, ao mesmo tempo, minimizar a perigosidades dos resíduos produzidos com as impressoras, no Estado.