sicnot

Perfil

Mundo

China vai recolher impressões digitais de visitantes estrangeiros

© Marco Bello / Reuters

Os estrangeiros que todos os anos visitam a China terão a partir de agora recolhidas as suas impressões digitais, ao entrar e sair do país, anunciou esta quinta-feira em comunicado o Ministério da Segurança Pública chinês.

As novas regras serão sobretudo aplicadas a pessoas com idades entre os 14 e os 70 anos. A medida será primeiro aplicada em Shenzhen, cidade que faz fronteira com Hong Kong.

As autoridades chinesas contabilizaram mais de 76 milhões de entradas e saídas de estrangeiros, no ano passado. Coreia do Sul, Japão, Estados Unidos e Rússia foram os principais países de origem.

O ministro realçou que o novo requisito é "uma medida importante para fortalecer a gestão das entradas e saídas" e que está de acordo com o praticado em outros países.

Nos Estados Unidos, por exemplo, desde 2004 que se recolhem as impressões digitais da maioria dos visitantes estrangeiros.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras