sicnot

Perfil

Mundo

Especialista diz que Coreia do Norte poderá ter até 45 bombas nucleares em 2020

© KCNA KCNA / Reuters

Um especialista estimou hoje que a Coreia do Norte poderá ter até 45 bombas nucleares em 2020 atendendo ao aumento previsto das suas reservas de urânio e plutónico e ao seu ritmo, cada vez mais acelerado, de desenvolvimento de armas.

A Coreia do Norte poderá possuir atualmente cerca de 280 quilos de urânio altamente enriquecido, afirmou hoje, durante um fórum em Seul, Lee Sang-hyun, vice-presidente do Instituto Sejong, um 'think-tank' privado que figura entre os mais influentes do país, "Dada a quantidade de material físsil nas mãos da Coreia do Norte, o país poderá ter entre 22 e 45 armas nucleares", observou o especialista em declarações reproduzidas pela agência noticiosa sul-coreana Yonhap, a propósito das suas projeções para os próximos três anos.


Lee baseia a sua projeção na crença de que Pyongyang, que reativou em 2013 o centro nuclear de Yongbyon, e aparentemente aumentou a sua produção de material para bombas, poderia elevar a sua capacidade de reprocessar plutónio a um ritmo de seis quilogramas anuais e ampliar as suas reservas de urânio em 80 quilogramas ao ano.


Lee apontou que o regime de Kim Jong-un terá utilizado urânio enriquecido para o seu mais recente teste nuclear, em setembro, e que estas melhorias tecnológicas fazem pensar que se aproxima cada vez mais do desenvolvimento de armas nucleares passíveis de serem colocadas em mísseis balísticos.


Além do ensaio nuclear de setembro, a Coreia do Norte realizou outro oito meses antes, os quais se juntaram aos levados a cabo em 2006, 2009 e 2013.

Lusa

  • EUA avisam Pyongyang: uso de armas nucleares terá resposta "esmagadora"

    Mundo

    O secretário de Estado da Defesa norte-americano avisou a Coreia do Norte de que os Estados Unidos estão preparados para responder de forma "esmagadora" caso Pyongyang recorra ao uso de armamento nuclear. As declarações de Jim Mattis foram feitas esta sexta-feira, na Coreia do Sul, perante a possibilidade das autoridades norte-coreanas se prepararem para testar um novo míssil balístico e armamento nuclear.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.