sicnot

Perfil

Mundo

França e Bélgica querem registo de europeus que saiam e entrem na UE

O primeiro-ministro francês e o comissário europeu da Segurança defenderam esta quinta-feira como urgente a criação de um registo dos cidadãos europeus que cruzem uma fronteira externa da União Europeia (UE).

Bernard Cazeneuve, que hoje recebeu em Paris o comissário britânico Julian King, afirmou num comunicado divulgado após a reunião o seu apoio à reforma do Código de Fronteiras Schengen proposto pela Comissão Europeia, que permitirá controlar todas as pessoas que entrem ou saiam do espaço de livre circulação, sejam ou não cidadãos europeus.

Para o governo socialista francês, a reforma vai tornar as regras da livre circulação mais eficazes para a luta contra o terrorismo ao facilitar a consulta de ficheiros de segurança, embora, sublinhou, "assegurando o plano respeito pelos dados pessoais".

A reforma visa também criar um novo sistema de registo dos cidadãos não-europeus isentos de visto quando entram em território europeu, o que atualmente não ocorre.

Esta ferramenta inspira-se no registo norte-americano ESTA -- acrónimo inglês que significa Sistema Eletrónico de Autorização de Viagem -- para os cidadãos de países abrangidos pelo Programa de Isenção de Vistos dos Estados Unidos.

França defende há muito a criação de um registo semelhante na UE, com especial insistência desde os atentados de 13 de novembro em Paris, perpetrados por cidadãos franceses que tinham viajado para a Síria e o Iraque.

Lusa

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55

    País

    As temperaturas altas e o vento forte estão a provocar reacendimentos em Mação. No terreno mantêm-se cerca de 800 bombeiros, numa altura que que há receio que as chamas voltem a ficar ativas, como explica o repórter Rui Carlos Teixeira.