sicnot

Perfil

Mundo

Supremo Tribunal do Quénia impede encerramento do campo de refugiados de Dadaab

© STR New / Reuters

O Supremo Tribunal do Quénia recusou a proposta do Governo para encerrar o maior campo de refugiados do mundo. Construído em 1991, vivem neste campo cerca de 250 mil refugiados somalis.

A diretiva do Governo para fechar o campo e repatriar os refugiados foi emitida em 2016 por "questões de segurança". O Executivo do Quénia acredita que os ataques no país foram planeados pelo grupo al-Shabab dentro do campo.

Dadaab foi construído em 1991 para dar refúgio às famílias que fugiam do conflito na Somália. Alguns dos refugiados vivem neste campo há mais de 20 anos.

Para a Comissão dos Direitos Humanos do Quénia, a situação era "discriminatória" e contrariava a lei internacional, razão pela qual o juiz decidiu impedir o encerramento.

O Governo pode agora pedir recurso da decisão do Supremo.

  • Enfermeiros especialistas em saúde materna retomam protesto 

    País

    Os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia voltam quinta-feira de manhã a interromper as funções especializadas, o que pode afetar blocos de parto e maternidades. Queixam-se de "falta de resposta política adequada" e "ausência de acordos sérios".

  • Cristas vaiada em bairro de Chelas
    1:44

    Autárquicas 2017

    Assunção Cristas promete mudanças na Gebalis, a empresa municipal que gere os bairros sociais em Lisboa. Esta manhã, a candidata do CDS à câmara visitou um bairro de Chelas, onde foi vaiada por alguns populares.

  • Prestação da casa aumenta pela primeira vez desde 2014
    1:17

    Economia

    Pela primeira vez em três anos, as taxas de juro do crédito à habitação, estão a subir. A subida é de apenas 1 euro, mas é a primeira desde 2014, depois de em maio deste ano ter estabilizado e em junho ter descido. A justificação para este aumento é a evolução das taxas euribor.

  • "Em vez de ajudarem, estavam a tirar fotos dela a morrer"
    1:13