sicnot

Perfil

Mundo

Ataque no metro de Hong Kong faz pelo menos 17 feridos

Ataque no metro de Hong Kong faz pelo menos 17 feridos

Pelo menos 17 pessoas ficaram esta sexta-feira feridas, incluindo algumas em estado grave, num incêndio no metro de Hong Kong, alegadamente provocado por um indivíduo, disse a polícia citada pela imprensa local.

Última atualização 16:37

Segundo um porta-voz do Governo local, 17 pessoas ficaram feridas, entre as quais, duas em estado grave. Já o chefe da polícia afirmou que foi um ato pirómano e que o suspeito agiu por "razões pessoais", excluindo a hipótese de terrorismo.

O suspeito está entre os 17 feridos, segundo a Rádio e Televisão Pública de Hong Kong (RTHK).

Os agentes da polícia suspeitam que o incêndio, a bordo de um comboio que seguia de Admiralty para a estação de Tsim Tsai Tsui durante a hora de ponta, foi causado por um homem que ateou fogo a ele próprio com uma garrafa cheia de combustível, informou a RTHK.

O suspeito ficou com queimaduras de terceiro grau e foi submetido a cirurgia no hospital.

A paragem de comboios foi interrompida na estação de Tsim Sha Tsui, que foi evacuada, com avisos aos utentes sobre a ocorrência de um "incidente grave".

A circulação nos comboios manteve-se nas várias linhas do metro, com a concessionária do metro - Mass Transit Railway (MTR) a aconselhar os passageiros a usarem outras alternativas de transporte.

O metro é o meio de transporte mais popular em Hong Kong, com cerca de 1,6 biliões de passageiros por ano, segundo dados de 2015 citados pela CNN.

Com Lusa

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.