sicnot

Perfil

Mundo

Bactérias intestinais podem acelerar doença de Alzheimer 

Uma investigação com ratinhos concluiu que as bactérias intestinais podem acelerar o desenvolvimento da doença de Alzheimer, abrindo uma nova perspetiva para a prevenção e o tratamento da patologia neurodegenerativa, divulgou hoje a Universidade de Lund, na Suécia.

Cientistas da universidade sueca estudaram ratinhos saudáveis e com a doença de Alzheimer e descobriram que os roedores doentes tinham uma composição diferente de bactérias intestinais comparativamente aos que eram saudáveis.

Por outro lado, verificaram que os ratinhos que não tinham bactérias possuíam uma quantidade significativamente mais pequena de placas beta-amiloide (massas da proteína beta-amiloide) no cérebro, caraterísticas da doença de Alzheimer.

Para clarificar a relação entre a flora intestinal e o aparecimento da doença de Alzheimer, os investigadores transferiram bactérias de ratinhos doentes para ratinhos sem bactérias e observaram que estes últimos desenvolveram mais placas beta-amiloide no cérebro do que quando receberam as bactérias de ratinhos saudáveis.

"Os resultados significam que podemos agora começar a procurar formas de prevenir a doença e atrasar o aparecimento dos sintomas", sustentou a investigadora Frida Fåk Hållenius.

A doença de Alzheimer, que não tem cura, é um tipo de demência associada ao envelhecimento que provoca uma deterioração progressiva e irreversível da memória, atenção, linguagem e do pensamento.

Lusa


  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.