sicnot

Perfil

Mundo

Presidente iraniano ameaça os que usarem "linguagem ameaçadora" contra o Irão

Hassan Rohani, presidente do Irão

© Reuters Photographer / Reuter

O Presidente iraniano, Hassan Rohani, avisou esta sexta-feira os Estados Unidos que aqueles que usarem "linguagem ameaçadora" contra o Irão vão arrepender-se, numa referência à retórica assumida pela nova Administração de Donald Trump.

Rohani falava numa marcha que assinalou o aniversário da revolução islâmica de 1979, perante centenas de milhares de pessoas.

"A vossa participação maciça é uma resposta aos comentários falsos dos novos dirigentes na Casa Branca e o que a vossa presença diz é que o povo iraniano deve ser tratado com respeito", afirmou Rohani.

"Os iranianos vão fazer com que aqueles que utilizam linguagem ameaçadora se arrependam", disse.

"Todo aquele que ameaçar o governo do Irão e as suas forças armadas deve saber que a nossa nação está vigilante".

O Presidente norte-americano, Donald Trump, tem assumido uma linguagem particularmente estridente contra o Irão desde que assumiu funções há menos de um mês, ameaçando Teerão com expressões como: "estão a brincar com o fogo", ou "sob aviso".

Na semana passada, os Estados Unidos impuseram sanções a Teerão em resposta a um ensaio de um míssil balístico pelo Irão no passado dia 29 de janeiro e avisaram que outras medidas estarão a ser preparadas.

Na semana passada, o novo secretário da Defesa norte-americano, James Mattis, descreveu o Irão como "o maior patrocinador do terrorismo no mundo".

O líder religioso iraniano, ayatollah Ali Khamenei, afirmou na terça-feira que as políticas de Trump mostram a "verdadeira face da América", um país descrito há décadas pelo regime de Teerão como o "grande Satanás".

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.