sicnot

Perfil

Mundo

Central de Almaraz vai pedir prolongamento da licença por mais 20 anos

A administração da central nuclear de Almaraz já tem preparado o pedido de prolongamento da licença de exploração após 2020, quando expira a atual licença.

O porta-voz da central nuclear de Almaraz confirmou ao Canal Extremadura que irá apresentar o pedido de prolongamento da licença de funcionamento, já este verão, ao ministério da energia de Espanha. Ao canal de televisão Aniceto González disse ainda que as medidas de segurança adotadas na unidade, com um investimento de mais de 600 milhões de euros nos últimos 10 anos, permitem solicitar uma renovação por mais 20 anos. A concretizar-se o pedido, e se o ministério da energia der a autorização ouvido o Conselho de Segurança Nuclear espanhol, a central de Almaraz poderia vir a trabalhar durante 60 anos.

A confirmação surge no final de uma semana em que o debate sobre o futuro da energia nuclear em Espanha voltou à ordem do dia, após ser conhecido o parecer positivo dado pelo Conselho de Segurança Nuclear (CSN) para a reabertura da central de Santa Maria de Garoña, em Burgos, que está parada desde 2012 por questões de segurança. O CSN deu um parecer positivo condicionado à adoção de determinadas medidas de segurança, e está agora nas mãos do ministério da energia a decisão final. Toda a oposição parlamentar em Espanha e as organizações ecologistas contestam a reabertura e já consideraram que, se for aprovada, é um precedente para a que todas as centrais espanholas que estão à beira de fazer 40 anos possam vir a trabalhar 60 anos ou mais.

A imprensa espanhola deu notícia que o presidente do CSN, Marti Scharfausen, enviou uma carta ao ministro da energia, Álvaro Nadal, a sugerir que sejam aprovadas alterações no articulado das licenças de exploração das centrais nucleares espanholas, para que possam funcionar sem limite temporal, apenas com a obrigatoriedade de revisões gerais periódicas de 10 em 10 anos.

  • O dia em que Marcelo apitou um jogo de futebol

    País

    Habituado a ajuizar os momentos de tensão entre Governo e oposição, Marcelo Rebelo de Sousa foi esta quarta-feira árbitro, literalmente. Tudo aconteceu num jogo de futebol entre crianças, durante a visita do Presidente da República a São Tomé e Príncipe.

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Imprensa espanhola considera Rúben Semedo a pior contratação de sempre do Villarreal
    3:35

    Desporto

    Rúben Semedo vai esta quinta-feira ser ouvido por um juiz de instrução, que vai ditar as medidas de coação no caso em que o jogador é suspeito de roubo, agressões e posse ilegal de arma. O defesa português do Villarreal passa mais uma noite nas instalações da Guardia Civil, em Valência. Alguns media espanhóis chamam-lhe agora a pior contratação de sempre da história do clube.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Novos protestos na Florida contra a lei das armas
    2:12
  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.