sicnot

Perfil

Mundo

Protestos chegam ao Rio de Janeiro

Protestos chegam ao Rio de Janeiro

A duas semanas do carnaval, os protesto das famílias dos polícias chegaram ao Rio de Janeiro. Por enquanto o patrulhamento e a vigilância continua a decorrer normalmente e as autoridades garantem que a maioria dos polícias continua a trabalhar.

  • Governo do Espírito Santo e polícias chegam a acordo

    Mundo

    O governo do Espírito Santo, no Brasil, chegou a acordo com os representantes dos polícias militares. Se voltarem ao trabalho este sábado, às 7h00, não haverá punições disciplinares. O governo não se comprometeu, no entanto, com reajustes, mas vai analisar a questão das promoções.

  • Temer diz que paralisação de militares é ilegal e inaceitável
    1:47

    Mundo

    O Presidente do Brasil falou esta sexta-feira, pela primeira vez, sobre a violência no estado brasileiro do Espírito Santo, que até ao momento causou a morte de 126 pessoas. Michel Temer diz que a paralisação dos militares é ilegal e inaceitável. Para fazer face ao clima de insegurança, o Governo estadual já anunciou o envio de mais 500 homens para patrulhar o estado.

  • Ocorrências diminuíram mas a população do estado do Espírito Santo continua com medo
    4:52

    Mundo

    A correspondente da SIC no Brasil diz que, apesar da diminuição do número de episódios de violência no estado do Espírito Santo, a população continua com medo da situação que se vive devido à greve da polícia militar. Ivani Flora explica que, com a paralisação, o número de responsáveis pelo patrulhamento passou de 10 para dois mil homens. Até ao próximo sábado está prevista a chegada de mais mil elementos das forças armadas com experência em sistuações de conflito.

  • As mulheres na clandestinidade durante o Estado Novo
    7:32

    País

    Não se sabe quantas mulheres portuguesas viveram na clandestinidade durante o Estado Novo, mas estiveram sempre lado a lado com os homens que trabalhavam para o Partido Comunista na luta contra a ditadura. Aceitavam serem separadas dos filhos e mudarem de identidade várias vezes ao longo dos anos. A história de algumas destas mulheres estão agora reunidas num livro que acaba de ser lançado.