sicnot

Perfil

Mundo

Salvas 100 baleias das mais de 400 encalhadas numa praia na Nova Zelândia

© Anthony Phelps / Reuters

Cerca de 100 baleias foram salvas depois de terem ficado encalhadas numa praia perto de Nelson, na ilha do Sul da Nova Zelândia.

Segundo o gestor das operações do Ministério de Conservação neozelandês em Golden Bay, Andrew Lamason, aproximadamente 300 baleias morreram e as que foram salvas encontram-se atualmente na baía perto da praia e juntaram-se a um novo grupo de baleias-piloto, esperando-se agora que sigam para águas profundas.

Aquele que figura como um dos maiores incidentes com baleias encalhadas na Nova Zelândia -- foram contabilizadas 416 -- desencadeou uma onda de voluntariado, com muitos a ajudarem as equipas de resgaste a manter vivos os cetáceos garantindo que mantinham água no corpo enquanto se aguardava a subida da maré.

Desconhecem-se as razões pelas quais as baleias-piloto, espécie presente em todos os oceanos do mundo que podem medir até 7,5 metros e pesar mais de três toneladas, ficaram presas.

"Estamos a fazer figas para que as novas baleias as levem para águas profundas", afirmou Andrew Lamason, advertindo que "há a possibilidade de algumas voltarem a dar à costa".

Terminados os esforços de salvamento resta agora às autoridades começarem a voltar atenções para a hercúlea tarefa de remover do areal as centenas de carcaças.

O mesmo responsável indicou que uma opção em cima da mesa é arreatar as carcaças a estacas ou a um barco nas águas rasas e esperar que se decomponham.

A Nova Zelândia tem uma das mais elevadas taxas de baleias encalhadas do mundo.O episódio de sexta-feira foi o terceiro maior da história do país.O maior remonta a 1918, quando aproximadamente 1.000 baleias-piloto deram à costa no arquipélago de Chatham, a 680 quilómetros a sueste das principais ilhas da Nova Zelândia.Mais tarde, em 1985, cerca de 450 baleias encalharam em Auckland.DM

Lusa


  • Cerca de 300 baleias mortas dão à costa na Nova Zelândia 
    0:42

    Mundo

    Cerca de 300 baleias-piloto mortas deram à costa na Nova Zelândia. Fontes oficiais neozelandesas disseram a uma estação local que se calcula que ficaram encalhadas 416 baleias durante a noite. O local onde os animais apareceram é muito arenoso e localiza-se no sul do país.

  • Porque erram os árbitros?
    2:03

    Desporto

    Num momento em que a polémica em redor da arbitragem está acesa e que nem o videoárbitro parece ter contribuído para a pacificar o futebol, em Leiria juntaram-se treinadores e homens do apito para se entender porque erram os árbitros.

  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Niassa foi o 4.º lince-ibérico libertado a ser atropelado em Portugal
    1:33

    País

    Uma fêmea de lince-ibérico foi encontrada morta com sinais de atropelamento na A22, próximo de Olhão. A fêmea, criada em cativeiro, tinha sido libertada no Vale do Guadiana em fevereiro de 2017. É o quarto lince-ibérico, que tinha sido libertado na natureza, que morre atropelado em Portugal.

  • "Há uma aceitação do lince no território"
    3:33

    País

    Apesar de já se terem registado em Portugal quatro atropelamentos de linces libertados na natureza, em entrevista à SIC, Pedro Rocha, do Departamento do Alentejo do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), disse que o programa de reintrodução "tem corrido bastante bem", não só devido às condições do habitat e disponibilidade de alimento, mas também porque "há uma aceitação do lince no território". Desde 2015, foram libertados no Vale do Guadiana 33 linces e 16 já nasceram em estado selvagem.

  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • O "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59