sicnot

Perfil

Mundo

Donald Trump mostrou quão frágil é a liberdade, diz Meryl Streep

Christopher Smith / AP

A atriz norte-americana Meryl Streep renovou as suas críticas a Donald Trump e disse que o novo Presidente dos Estados Unidos mostrou quão frágil a liberdade é.

Num discurso na gala anual da Human Rights Campaign, um grupo pelos direitos das Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais, a atriz brincou ainda com o que a descrição que Trump fez dela ao considera-la sobrestimada, dizendo que na verdade está "sobre-censurada".

Meryl Steep, que em janeiro recebeu a sua vigésima nomeação para um Óscar, disse que o novo Presidente norte-americano conseguiu mostrar ao país quão frágil é realmente a liberdade.

Num discurso emotivo e marcado por algumas lágrimas, a atriz acrescentou que todos os seus prémios e distinções fazem-na falar sobre a situação do país, embora vá contra o seu instinto natural fazê-lo.

Lusa

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Donald Trump já está no Vaticano 
    1:32