sicnot

Perfil

Mundo

Milhares manifestam-se pelo 13.º dia consecutivo na Roménia contra a corrupção

Milhares manifestam-se pelo 13.º dia consecutivo na Roménia contra a corrupção

Mais de 15 mil pessoas manifestaram-se este domingo, pelo 13.º dia consecutivo, em Bucareste e noutras cidades romenas contra a corrupção na classe política, apesar de o Governo ter recuado no decreto que despenalizava alguns casos.

Segundo a televisão pública da Roménia TVR, entre os milhares de manifestantes que se concentraram frente à sede do governo, gritavam-se palavras de ordem como "vergonha" e "não vamos para casa, os ladrões não nos deixam" e liam-se em cartazes exigências como "Governo limpo e competente".

Apesar das baixas temperaturas, cerca de 10 mil pessoas saíram às ruas em Bucareste, quatro mil em Cluj Napoca, 1.500 em Timisoara e várias centenas em Sibiu, Brasov e Iasi, segundo a TVR.

Florin Iordache, autoproclamado autor do decreto que previa despenalizar crimes de abuso de poder e corrupção caso o prejuízo causado ao Estado fosse inferior a 44 mil euros, demitiu-se como ministro de Justiça na quinta-feira e no dia seguinte o parlamento chumbou uma moção de censura apresentada pela oposição liberal contra o Governo.

O primeiro-ministro romeno, Sorin Grindeanu, declarou que não se demitirá, mas assegurou que vai iniciar um debate com a oposição e a sociedade civil para reformar o sistema judicial.

Com Lusa

  • Governo propõe aumento do salário mínimo para os 580 euros
    2:31
  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26
  • As contas da Liga dos Campeões
    1:15

    Desporto

    O Benfica precisa praticamente de um milagre para alcançar os oitavos de final da Liga dos Campeões. O cenário do Sporting também é complicado, ao contrário da situação do Futebol Clube do Porto que até pode garantir o apuramento já esta terça-feira, como explica o jornalista da SIC Hélder Filipe Santos.

  • China nega vistos a Katy Perry e vários modelos da Victoria Secret
    1:17