sicnot

Perfil

Mundo

Suu Kyi quer cessar-fogo nacional com todos grupos armados em Myanmar

Thein Zaw / AP

A dirigente política do Myanmar (a antiga Birmânia) Aung San Suu Kyi pediu a todos os grupos étnicos armados para assinarem um cessar-fogo a nível nacional.

A responsável falava hoje nas celebrações do Dia da União em Panglong, o mesmo lugar onde o seu pai, o general Aung San, assinou um tratado de paz com grupos étnicos em 1947.

Suu Kyi e o seu partido da Liga Nacional para a Democracia prometeram que a paz seria a primeira prioridade, apesar dos conflitos entre os grupos étnicos e os militares.

Nos últimos meses, os críticos acusaram Suu Kyi por não se pronunciar contra os ataques aéreos dos militares e contra os abusos de direitos humanos em áreas étnicas.

Os conflitos, em particular no norte onde os rebeldes Kachin estão a combater o exército, levaram à deslocação de mais de 100.000 civis desde 2011.