sicnot

Perfil

Mundo

Britânica encontra vestido de noiva com 150 anos desaparecido em lavandaria

Tess Newall lançou um apelo nas redes sociais depois do vestido de noiva na família há 5 gerações ter desaparecido. A relíquia, feita à mão pela tetravó em 1870 e usada por todas as gerações, desapareceu depois ter sido enviada para uma lavandaria. Só que esta faliu pouco tempo depois.

A sua avó sugeriu e a ela não teve dúvidas na altura de escolher o vestido de noiva. Afinal todas as mulheres da família tinham-se casado com o mesmo vestido costurado pela sua tetravó.

"Quando fiquei noiva, a minha avó disse que eu podia usar o vestido que estava no sótão e que já era da nossa família há mais de cem anos. Eu sempre gostei de coisas antigas e foi uma honra poder vesti-lo no dia do meu casamento. Lembro-me de quando abri a caixa, ele estava meio amarelado, enrolado num papel de seda".

Tess casou-se com Alfred em junho de 2016 e depois do grande dia o vestido seguiu para uma lavandaria. Esta tinha dado um prazo longo para entregar o vestido limpo, mas o tempo foi passando e as 10 semanas limite para entrega [que a família achou demasiado] passaram. A família começou a ficar desconfiada. A peça foi entregue em setembro, em novembro decidiram ir até ao local. Lá encontraram uma placa que informava a falência da empresa. Nada de vestido.Triste com este final, Tess resolveu usar as redes sociais para fazer um apelo, convencida que a essa altura já teria sido vendido.

"Descobri que a lavandaria perdeu o meu amado vestido de casamento (...) Por favor, partilhem esta publicação para o caso de alguém esbarrar com ele por aí. Eu sei que há assuntos mais importantes no mundo, mas este vestido representa muito para nós. Queremos que mais memórias de família sejam costuradas naqueles bordados", escreveu na publicação no Facebook.

Numa semana a publicação teve mais de 250 mil partilhas e qual não foi o seu espanto quando recebeu boas notícias.

"Recebemos uma chamada muito gentil do proprietário da loja que tinha lido sobre o caso. Ele foi verificar o que tinha sido deixado pela Wylie&Bisset e encontrou um vestido antigo de renda numa pilha de roupa amarfanhada no chão. A minha mãe e o meu pai foram lá e, para o espanto e alegria deles, é o nosso vestido! (Não lavado, mas ainda com o nosso bilhete)", postou ela. A minha família não sabe como agradecer a todos por terem criado este "frenesim" que nos permitiu entrar na loja e encontrar o vestido".

Caso para se dizer que esta história teve um final feliz.

  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.