sicnot

Perfil

Mundo

Mulher americana visita todos os países do mundo em tempo recorde

Cassie de Pecol, na Coreia do Norte.

196 países em 18 meses e 26 dias. Foi quanto tempo levou a americana Cassie de Pecol a percorrer todos os países do mundo. O objetivo era promover a paz, mas nem todos a receberam de braços abertos.

A mulher, de 27 anos, sentia que para viajar à volta do mundo precisava de um objetivo concreto.

Encontrou-o no Instituto Internacional para a Paz no Turismo. Na viagem que iniciou a julho de 2015 como embaixadora desta instituição, Cassie decidiu promover o entendimento cultural.

Instagram

Em mais de 50 países, Cassie encontrou-se com governadores e ministros do turismo para apresentar a Declaration of Peace (Declaração de Paz). Apesar disso, as boas-vindas nem sempre foram agradáveis.

Na Coreia do Norte, um soldado cumprimentou Cassie com aperto de mão e um "Vamos destruir-vos, América". A mulher não se deixou ficar e respondeu que "apesar de os nossos governos não serem amigos, isso não significa que tenhamos que ser inimigos".

No instagram expedition_196, Cassie partilhou fotografias da sua viagem e reflexões sobre os países que visitou.

A viagem, que durou mais de ano e meio, chegou agora ao fim e foi concluída em menos de metade do tempo do antigo recordista do Guinness.

Instagram
  • Turistas chegam a esperar 2 horas no controlo de passaporte do Aeroporto de Lisboa
    2:35

    País

    Chegar ao Aeroporto de Lisboa pode ser uma dor de cabeça para centenas de passageiros. A espera para o controlo de passaporte chegou a ultrapassar as duas horas nos meses de fevereiro e março. Manuela Niza, do Sindicato dos Funcionários do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras, diz que têm sido contratados inspetores que depois são desviados para outros serviços.

  • Hasta pública de madeira ardida rendeu 2,85 milhões de euros

    País

    Mais de meia centena de lotes de madeira ardida proveniente de matas nacionais e perímetros florestais geridos pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) foram esta quinta-feira vendidos por 2,85 milhões de euros, numa hasta pública em Viseu.

  • "Dinheiro gasto em contentores dava para construir outro hospital" no Porto
    1:40

    País

    A bastonária dos Enfermeiros pede uma investigação aos contratos de contentores no Hospital de São João, no Porto. Ana Rita Cavaco diz que os "milhares de euros" já gastos na contratação e manutenção dos contentores da Pediatria e outros serviços do centro Hospitalar de São João davam para construir um novo hospital. E levanta ainda a suspeita sobre a empresa contratada.