sicnot

Perfil

Mundo

Assessor para Segurança Nacional dos Estados Unidos demite-se

© Carlos Barria / Reuters

O assessor para a Segurança Nacional dos Estados Unidos, Michael Flynn, renunciou ao cargo na segunda-feira. O pedido de demissão surgiu após informações de que teria enganado o vice-presidente, Mike Pence, e outros funcionários sobre os contactos com a Rússia.

Numa carta de demissão que apresentou a Donald Trump, Michael Flynn admitiu ter conversas telefónicas com o embaixador russo e ter transmitido "informação incompleta" a Mike Pence e outros membros da administração Trump antes de terem tomado posse.

Mike Pence, baseando-se no que Flynn lhe tinha contado, garantiu que o assessor para a Segurança Nacional não teria discutido sanções contra a Rússia com o embaixador russo.

Contudo, e só depois de Pence fazer estas declarações, Flynn admitiu que afinal o assunto teria sido abordado.

Michael Flynn esteve em contacto com o embaixador semanas antes da tomada de posse de Trump.

Na sexta-feira, o The Washington Post revelou que pelo menos num dos telefonemas, intercetado pelos serviços de segurança norte-americanos, Flynn terá abordado as sanções aprovadas nos últimos dois anos.

Donald Trump nomeou entretanto Keith Kellogg, tenente-general do exercido na reserva, como assessor interino para a Segurança Nacional.

A demissão do assessor para a Segurança Nacional dos EUA, Michael Flynn, ocorre após um mês de ter assumido as funções.

  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Sondagem prevê vitória de Basílio em Sintra e de Bernardino em Loures
    3:03
  • Menina mexicana encontrada viva sob os escombros nunca existiu
    2:24

    Mundo

    As autoridades mexicanas desmentiram a existência de uma menina de 12 anos sob os escombros da escola da capital. Frida Sofia afinal não existe e ainda ninguém assumiu quem fez circular a notícia. O sismo de magnitude 7,1 fez mais de 290 mortos e mais de 40 pessoas continuam desaparecidas.