sicnot

Perfil

Mundo

Assessor para Segurança Nacional dos Estados Unidos demite-se

© Carlos Barria / Reuters

O assessor para a Segurança Nacional dos Estados Unidos, Michael Flynn, renunciou ao cargo na segunda-feira. O pedido de demissão surgiu após informações de que teria enganado o vice-presidente, Mike Pence, e outros funcionários sobre os contactos com a Rússia.

Numa carta de demissão que apresentou a Donald Trump, Michael Flynn admitiu ter conversas telefónicas com o embaixador russo e ter transmitido "informação incompleta" a Mike Pence e outros membros da administração Trump antes de terem tomado posse.

Mike Pence, baseando-se no que Flynn lhe tinha contado, garantiu que o assessor para a Segurança Nacional não teria discutido sanções contra a Rússia com o embaixador russo.

Contudo, e só depois de Pence fazer estas declarações, Flynn admitiu que afinal o assunto teria sido abordado.

Michael Flynn esteve em contacto com o embaixador semanas antes da tomada de posse de Trump.

Na sexta-feira, o The Washington Post revelou que pelo menos num dos telefonemas, intercetado pelos serviços de segurança norte-americanos, Flynn terá abordado as sanções aprovadas nos últimos dois anos.

Donald Trump nomeou entretanto Keith Kellogg, tenente-general do exercido na reserva, como assessor interino para a Segurança Nacional.

A demissão do assessor para a Segurança Nacional dos EUA, Michael Flynn, ocorre após um mês de ter assumido as funções.

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00

    País

    O episódio de hoje de Vidas Suspensas envolve uma médica dentista norte-americana e um empresário português. Um exemplo do que acontece a muitos portugueses que casam com estrangeiros: quando se divorciam, coloca-se a questão de saber para que país vão os filhos.

    Hoje na SIC

  • "Não era o jogo ideal para estreia do videoárbitro"
    4:50
  • Tubarão com 2,7 metros salta para dentro de barco e ataca pescador

    Mundo

    Um australiano foi atacado por um tubarão branco quando estava a pescar na sua embarcação, em Evan Heads, Nova Gales do Sul, na costa Este da Austrália. O animal, com cerca de 200 quilos e 2,7 metros de comprimento, saltou para dentro do barco, derrubou o pescador e mordeu-lhe no braço.

    SIC

  • Uma em cada dez crianças já foi vítima de cyberbullying
    10:41
  • "Sou Presidente de uma pátria com os melhores bombeiros do mundo"
    1:20

    País

    O Presidente da Liga dos Bombeiros, Jaime Marta Soares, avisou este domingo o Governo de que os bombeiros admitem usar o machado da paz para fazer a guerra. Marcelo Rebelo de Sousa destacou o orgulho que sente em ser "Presidente de uma pátria que tem os melhores bombeiros do mundo".