sicnot

Perfil

Mundo

Hillary Clinton reage à demissão de Flynn com lista de empregos em pizzarias

© Carlos Barria / Reuters

Hillary Clinton reagiu ao pedido de demissão do assessor para a Segurança Nacional dos EUA, Michael Flynn, ao partilhar um tweet irónico de Philippe Reine, um dos seus antigos assistentes.

"What goes around COMETS around" (ditado que em português encontra sinónimo em "quem semeia ventos, colhe tempestades"), escreveu Reines no seu Twitter, dirigindo-se a Flynn e ao seu filho, Michael Flynn Jn. Reines trocou "comes" por "comets", numa referência à pizzaria Comet Ping Pong, que esteve no centro de uma das conspirações de pai e filho.

Na mesma publicação, o antigo assessor de Clinton aproveitou ainda para deixar uma lista de empregos para a Pizzaria Domino's, alegando a sua "obsessão por pizza".

Hillary Clinton deve ter gostado tanto da publicação, que partilhou na sua própria página, acrescentando que "Reines tem a sua própria maneira de dizer as coisas, mas tem razão quanto às consequências de inventar notícias falsas".

Durante a campanha eleitoral para as presidenciais nos Estados Unidos da América, os dois Flynn usaram as suas contas nas redes sociais para publicar várias notícias falsas sobre o casal Clinton.

Flyyn Jn. esteve debaixo de fogo ao promover a chamada conspiração PizzaGate, na qual defendia que a Pizzaria Comet Ping Pong - em Washington - era o centro de uma rede de tráfico sexual de menores, que envolvia Hillary e o seu chefe de campanha, John Podesta. O frenesim à volta desta notícia falsa culminou com um homem - enraivecido por aquilo que pensava ser verdade - a abrir fogo no restaurante. O tiroteio não fez feridos.

Jose Luis Magana

A dois de novembro, Flynn partilhou uma história falsa que ligava Clinton a crimes sexuais com menores, dando falsamente a crer que a polícia de Nova Iorque estava perto de acusar a democrata por esses mesmos crimes.

Em dezembro, o atirador - que admitiu estar a investigar por si próprio as denúncias - abriu fogo no restaurante Comet Ping Pong. O homem de 28 anos disse à polícia que viajou de Nova Iorque até Washington para libertar as crianças escravizadas sexualmente, só que estas nunca existiram.

Contudo, este incidente não deteve o Flynn mais novo, que continuou a desafiante em relação à história. "Até #Pizzagate ser provada falsa, vai continuar a ser história", Flynn Jn. partilhou no Twitter.

Eventualmente, a equipa de Donald Trump acabou por se distanciar do filho de Flynn, que era o chefe de equipa do seu pai.

Michael Flynn e o filho (atrás)

Michael Flynn e o filho (atrás)

Carolyn Kaster

Esta não é a primeira vez que Hillary Clinton usa o Twitter para reagir a um contratempo na administração de Trump. Na semana passada, depois do decreto anti-imigração de Trump ser suspenso por um painel de três juízes, Clinton celebrou com apenas três carateres.

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.