sicnot

Perfil

Mundo

Os famosos "Trumpshakes" e o aperto de mão que deixou pendurado o Presidente dos EUA

© Kevin Lamarque / Reuters

Rita Ferro

Jornalista

Os "Trumpshakes" são a partilha do momento. Alguém inventou a palavra para os famosos apertos de mão de Donald Trump. Desta vez, foi o (não) cumprimento do primeiro ministro canadiano ao Presidente dos EUA que deu que falar.

Em cima da mesa estavam as políticas de imigração e para os refugiados, e por isso, Justin Trudeau ter, aparentemente, deixado Trump "pendurado" foi um momento que se tornou viral. No Twitter, as piadas não se fizeram esperar.

"(...) maior demonstração de domínio na história do Canadá."

Claro que se virmos o vídeo todo, não foi bem assim. Aliás, não foi de todo assim. Mas a foto congela uma inexistente hesitação. Aparentemente, o encontro entre os dois correu bem e as relações entre os dois países parecem ter saído intactas da reunião e do (não) aperto de mão.

Os apertos de mão de Donald Trump têm feito as delícias dos meios de comunicação e redes sociais. São vigorosos, acompanhados de umas palmadinhas e, raramente, adequados a quem está do outro lado. O mais famoso talvez seja o que durou 19 segundos ao primeiro ministro Japonês. Diz o The Telepraph que a linguagem gestual de Trump é de "alfa macho". Divirta-se com os "Trumpshakes".

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01