sicnot

Perfil

Mundo

Adiada para quinta-feira reunião em Astana sobre cessar-fogo na Síria

© Muzaffar Salman / Reuters

A reunião plenária da segunda ronda de negociações sobre o cessar-fogo na Síria, que deveria realizar-se esta quarta-feira em Astana, foi adiada para quinta-feira, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Cazaquistão.

"O início da reunião de alto nível no âmbito do processo de Astana para a resolução da situação na Síria foi adiado até às 12:00 (hora de Astana) de 16 de fevereiro", anunciou a diplomacia cazaque, citada pelas agências noticiosas AFP e Efe.

Uma fonte na delegação russa confirmou o adiamento da reunião plenária devido a atrasos das delegações da Turquia e da oposição síria, que não chegaram a tempo à capital do Cazaquistão, apesar de avançar que ao longo do dia de hoje realizar-se-ão consultas prévias às negociações.

"Ocorreu um pequeno adiamento por causa as más condições meteorológicas, mas as delegações da Turquia e da oposição síria chegam hoje", explicou.

As conversações de Astana reúnem o governo de Bashar al-Assad, os grupos opositores armados, os países garantes do cessar-fogo - Rússia, Turquia e Irão -, a Jordânia e a ONU e eventualmente representantes dos Estados Unidos.

A Rússia afirma que as conversações de Astana servem para apoiar as de Genebra, mas há do lado ocidental analistas que admitem que pretendam constituir-se como via alternativa, para a Rússia e a Turquia, e, com menos peso, o Irão, acordarem uma solução política mutuamente satisfatória.

A ronda de Astana servirá de prelúdio ao reinício das negociações de paz de Genebra, na próxima semana.

A agenda destas conversações, que serão as quintas na Suíça, deverá incidir nas questões políticas decisivas que dividem as duas partes, designadamente o futuro do Presidente sírio.

A oposição insiste no afastamento de Assad, mas o regime recusa sequer discutir a questão.

Lusa

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira