sicnot

Perfil

Mundo

Adiada para quinta-feira reunião em Astana sobre cessar-fogo na Síria

© Muzaffar Salman / Reuters

A reunião plenária da segunda ronda de negociações sobre o cessar-fogo na Síria, que deveria realizar-se esta quarta-feira em Astana, foi adiada para quinta-feira, informou o Ministério dos Negócios Estrangeiros do Cazaquistão.

"O início da reunião de alto nível no âmbito do processo de Astana para a resolução da situação na Síria foi adiado até às 12:00 (hora de Astana) de 16 de fevereiro", anunciou a diplomacia cazaque, citada pelas agências noticiosas AFP e Efe.

Uma fonte na delegação russa confirmou o adiamento da reunião plenária devido a atrasos das delegações da Turquia e da oposição síria, que não chegaram a tempo à capital do Cazaquistão, apesar de avançar que ao longo do dia de hoje realizar-se-ão consultas prévias às negociações.

"Ocorreu um pequeno adiamento por causa as más condições meteorológicas, mas as delegações da Turquia e da oposição síria chegam hoje", explicou.

As conversações de Astana reúnem o governo de Bashar al-Assad, os grupos opositores armados, os países garantes do cessar-fogo - Rússia, Turquia e Irão -, a Jordânia e a ONU e eventualmente representantes dos Estados Unidos.

A Rússia afirma que as conversações de Astana servem para apoiar as de Genebra, mas há do lado ocidental analistas que admitem que pretendam constituir-se como via alternativa, para a Rússia e a Turquia, e, com menos peso, o Irão, acordarem uma solução política mutuamente satisfatória.

A ronda de Astana servirá de prelúdio ao reinício das negociações de paz de Genebra, na próxima semana.

A agenda destas conversações, que serão as quintas na Suíça, deverá incidir nas questões políticas decisivas que dividem as duas partes, designadamente o futuro do Presidente sírio.

A oposição insiste no afastamento de Assad, mas o regime recusa sequer discutir a questão.

Lusa

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • "É terrorismo, politiquice e interesse económico"
    0:45

    País

    A situação em Mação, no distrito de Santarém, continua muito complicada para os operacionais e para as populações que tentam combater as chamas. Os populares dizem que é de "lastimar" a aflição que se vive.

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.