sicnot

Perfil

Mundo

Detida suspeita de ter assassinado meio-irmão de Kim Jong-un

Shizuo Kambayashi

As autoridades da Malásia detiveram uma mulher alegadamente envolvida no assassinato do irmão do líder norte-coreano, Kim Jong-un. A suspeita, com passaporte vietnamita, foi detida esta manhã no Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur.

A mulher, Doan Thi Huong, nascida a 31 de maio de 1988, "foi formalmente identificada a partir das câmaras de vídeovigilância no aeroporto e estava sozinha no momento da detenção", anunciou o chefe da polícia deste país do sudeste asiático, Khalid Abu Bakar.

Kim Jong-Nam, de 45 anos, filho mais velho do falecido Kim Jong-Il que vivia há anos no exílio, terá sido assassinado na segunda-feira quando aguardava por um voo com destino a Macau.

Terá sido envenenado nessa altura por duas mulheres, acabando por sucumbir a caminho do hospital.

Suspeita-se que as duas mulheres estariam ao serviço da Coreia do Norte.

  • As polémicas declarações de João Braga sobre os Óscares

    País

    A Associação SOS Racismo reagiu esta quarta-feira às palavras do fadista João Braga na sua página no Facebook, sobre a cerimónia de entrega dos Óscares, e disse esperar que a Comissão para a Igualdade e Contra a Discriminação Racial atue de forma exemplar face.

  • "Apelamos ao debate e somos criticados? Então m...."
    0:52
  • Oprah admite candidatar-se à Presidência dos EUA

    Mundo

    A apresentadora norte-americana Oprah Winfrey admitiu, numa entrevista, que a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais de novembro a fez considerar a possibilidade de entrar na corrida à Casa Branca.

  • Temperaturas recorde no "último lugar da Terra"

    Mundo

    A Organização Meteorológica Mundial (OMM) anunciou esta quarta-feira que se registaram nos últimos 37 anos temperaturas altas recorde na Antártida, num local que foi descrito como "o último lugar da Terra".