sicnot

Perfil

Mundo

Detidos mais dois suspeitos de ligações à morte de Kim Jong-nam

Itsuo Inouye/ AP

Foram detidos na Malásia mais dois suspeitos de ligações à morte de Kim Jong-nam, irmão do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un. Uma mulher indonésia e um homem malaio foram detidos, esta terça-feira, depois de uma primeira mulher com passaporte vietnamita já ter sido detida.

Kim Jong-nam, meio-irmão mais velho do líder norte-coreano, Kim Jong-un, foi morto na segunda-feira. Jong-nam era o filho primogénito do ditador norte-coreano Kim Jong-il, filho da sua primeira concubina, a atriz Song Hye-rim.

Até ao início do século XXI, era considerado o provável sucessor do pai, que morreu em 2011. Em 2001, no entanto, foi detido no aeroporto de Tóquio com um passaporte falso com o qual alegadamente queria visitar um parque Disney no Japão. Emigrou para a China em 1995 e vivia desde então entre Pequim e Macau.

Ao que tudo indica, terá sido vítima de envenenamento, enquanto aguardava por um voo no aeroporto de Kuala Lumpur. As autoridades da Malásia anunciaram que a autópsia já foi realizada, mas os resultados ainda não foram divulgados.

O terceiro suspeito, Abdul Samah, cidadão malaio, foi preso no aeroporto de Kuala Lumpur e segundo as autoridades é namorado de uma das duas mulheres presas anteriormente.

O chefe da polícia da capital da Malásia, Abu Bakar, disse à agência de notícias Bernama que além da prisão efetuada hoje no aeroporto foram presas duas mulheres alegadamente ligadas à morte de Kim Jong Nam, e que uma delas é portadora de passaporte indonésio.

Entretanto, o vice-primeiro-ministro da Malásia disse que o corpo de Kim Jong-nam vai ser trasladado para a Coreia do Norte tal como foi pedido por Pyongyang.

"Nós respeitamos os pedidos de todos os governos estrangeiros, assim como todos procedimentos a seguir. As nossas políticas consistem no respeito pelas relações bilaterais de todos os países estrangeiros", disse Ahmad Zahid Hamidi aos jornalistas, confirmando o pedido de Pyangyang.

Com Lusa

  • Malásia vai entregar corpo do meio-irmão do líder norte-coreano a Pyongyang 

    Mundo

    A Malásia vai entregar à Coreia do Norte o corpo de Kim Jong-nam, meio-irmão do líder da norte-coreano, a pedido Pyongyang, apesar de ainda haver "procedimentos a seguir", afirmou hoje o vice-primeiro-ministro malaio. "Vamos facilitar o pedido por qualquer governo estrangeiro, apesar de haver procedimentos que têm de ser seguidos. A nossa política é a de que temos de honrar as nossas relações bilaterais com qualquer país estrangeiro", disse Ahmad Zahid Hamidi, após confirmar um pedido por parte da Coreia do Norte nesse sentido.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • "Reforma da Proteção Civil esgotou prazo de validade"
    2:34

    Tragédia em Pedrógão Grande

    António Costa reconheceu esta quinta-feira que a reforma da Proteção Civil que liderou em 2006 está esgotada, e não pode dar resultados sem uma reforma da floresta. Na mesma altura, o ministro da Agricultura admitiu que os problemas já estavam identificados há uma década, sem explicar por que razão não foram atacados pelo Governo socialista da altura.

  • "De um primeiro-ministro esperam-se respostas, não perguntas"
    0:35

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assunção Cristas acusa o ministro da Agricultura de ter deitado ao lixo a legislação do anterior Governo que poderia ser útil no combate aos incêndios. O CDS exige uma responsabilização política pela tragédia de Pedrógão Grande, diz que há muito por esclarecer e por esse motivo entregou esta quinta-feira ao primeiro-ministro um conjunto de 25 perguntas.

  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

    Última Hora

  • Revestimento da Torre de Grenfell era tóxico e inflamável
    1:52
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.