sicnot

Perfil

Mundo

Trump anuncia Alexander Acosta para Secretário do Trabalho

© Carlos Barria / Reuters

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira o nome de Alexander Acosta para liderar o Departamento do Trabalho, que poderá assim, caso seja confirmado pelo Senado, tornar-se no primeiro hispânico da nova administração norte-americana.

Trump anunciou o nome de Acosta numa conferência de imprensa na Casa Branca.

Acosta, filho de imigrantes cubanos e ex-membro da Junta Nacional de Relações Laborais, não estava presente no momento do anúncio.

No entanto, o Presidente norte-americano disse que já tinha falado com ele e afirmou que Acosta será um "estupendo secretário do Trabalho".

Alexander Acosta substitui o anterior nomeado de Trump para o cargo, Andrew Puzder, que na quarta-feira retirou a sua candidatura após críticas vindas dos senadores republicanos e democratas devido ao seu historial empresarial e pessoal.

Puzder, de 66 anos, saiu da corrida ao cargo depois de os líderes republicanos do Senado terem recomendado à Casa Branca que retirasse a candidatura porque não tinham os votos necessários para aprovar a sua designação.

Natural de Miami (Florida), Acosta é licenciado em Direito e Economia pela Universidade de Harvard.

O novo candidato de Trump para o cargo de secretário do Trabalho foi membro da Junta Nacional de Relações Laborais, trabalhou como advogado na Divisão de Direitos Civis durante o Governo do antigo presidente George W. Bush.

Trump também aproveitou para recordar que o Senado confirmou hoje o nome de Mick Mulvaney como novo diretor do Gabinete de Orçamento da Casa Branca.

Lusa

  • Parabéns! Portugal faz hoje 839 anos

    País

    É dia de cantar os parabéns. Portugal celebra esta quarta-feira 839 anos, depois de a 23 de maio de 1179 o Papa Alexandre III ter emitido a bula "Manifestis Probatum" onde reconhece o território como reino independente.

    SIC

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • Presidente da República apoia reforma "quanto antes" do Tribunal de Contas
    1:13

    País

    O Presidente da República defendeu esta manhã uma reforma do Tribunal de Contas para que se adeque a lei que prevê o controlo das entidades públicas. Para Marcelo Rebelo de Sousa, se a lei der melhores meios de controlo e for de mais rápida aplicação, vai dissuadir casos de má gestão de dinheiros públicos que acabam por resultar em crimes.

  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.