sicnot

Perfil

Mundo

Tunísia prolonga estado de emergência

© Zoubeir Souissi / Reuters

O Governo da Tunísia decidiu esta quinta-feira prolongar por mais três meses o estado de emergência imposto em novembro de 2015, depois do último atentado.

O ministro da Defesa, Farhat Horchani, já tinha assegurado esta semana que o nível de ameaça terrorista se mantinha, devido à instabilidade política e à guerra na Líbia, com quem faz fronteira a sul.

Os serviços de informação locais acreditam que a maior parte dos líderes do ramo da Líbia do grupo extremista Daesh são procedentes de movimentos islamitas radicais tunisinos, como o "Ansar al Sharia" e o grupo "Oqba bin Nafaa".

Na quarta-feira, o primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, deu a entender que aquela poderá ser a última renovação do estado de emergência, que restringe direitos individuais e sociais, e que Zinedin el Abedin Bem Ali, o ditador deposto em 2011, utilizava como instrumento de repressão.

A Tunísia sofreu graves atentados terroristas em 2015, que provocaram a morte a 72 pessoas, 60 das quais estrangeiros.

Segundo dados do Governo, cerca de 5.000 tunisinos juntaram-se a grupos radicais islâmicos no estrangeiro, o que torna o país no primeiro exportador mundial de combatentes.

Lusa

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.