sicnot

Perfil

Mundo

6 anos e 3 meses de prisão para o cunhado do Rei de Espanha

Em atualização

© Enrique Calvo / Reuters

O marido da Infanta Cristina de Espanha, Inaki Urdangarin, acaba de ser condenado a 6 anos e 3 meses de prisão e ao pagamento de 512 mil euros por desvio de dinheiros públicos e fraude. Já a Infanta Cristina foi absolvida pela justiça espanhola.

A decisão foi tomada por unanimidade pelos três juizes do tribunal da Audiência de Palma de Maiorca, onde foi julgado o caso Nóos, que envolvia uma rede de corrupção e desvio de fundos públicos no valor de 6,2 milhões de euros.

No banco dos réus 17 arguidos, incluindo Iñaki Urdangarín, de 48 anos, marido da infanta Cristina de Borbón, de 50 anos, irmã do rei Filipe VI, agora absolvida dos crimes de evasão fiscal.

Já Iñaki Urdangarín foi condenado a menos de metade da pena pedida pela acusação - 19 anos de cadeia por ter utilizado as ligações à família real para ganhar concursos públicos e desviado fundos para a Aizoon, a empresa que ele geria em conjunto com a infanta Cristina e utilizava para financiar o estilo de vida luxuoso.

Também o sócio de Urdangarín, Diego Torres foi condenado a 8 anos e 6 meses de prisão.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.