sicnot

Perfil

Mundo

Irmã do Rei de Espanha e marido conhecem hoje sentença sobre escândalo de corrupção

© Enrique Calvo / Reuters

A sentença do escândalo de corrupção que envolve a irmã do Rei de Espanha é conhecida esta sexta-feira. O marido da infanta, Iñaki Urdangarin, poderá vir a ser condenado a um máximo de 19 anos de prisão.

Em causa estão crimes de evasão fiscal e lavagem de dinheiro, que Iñaki gastou há 11 anos.

O marido da infanta Cristina de Bourbon, irmã do Rei de Espanha e filha do Rei Juan Carlos, é acusado de desviar dinheiros públicos para uma empresa de fachada que usava para financiar o seu estilo de vida luxuoso. A sentença pode chegar aos 19 anos de prisão.

A infanta, que é acusada de envolvimento no caso de fraude fiscal, pode ser condenada até quatro anos de prisão.

Ao todo, há 17 arguidos no banco dos réus à espera de saber a sentença.

O caso Nóos começou a ser julgado em janeiro de 2016 mas a situação já remonta ao ano de 2006, quando um deputado pediu explicações a Iñaki sobre os valores gastos num fórum sobre turismo que o marido da infanta organizou.

Iñaki Urdangarin é acusado de ter utilizado as ligações à família real espanhola para ganhar concursos públicos para organizar eventos, de onde desviava fundos públicos, que depositava posteriormente na empresa Aizoon, que geria com a mulher, irmã do Rei de Espanha. Ambos utilizavam estes fundos para financiar férias e bens luxuosos.

A sentença será lida esta sexta-feira pela justiça espanhola, mas nem Cristina nem o marido foram chamados para ouvir o veridicto do juiz. O casal vive desde 2012 na Suíça, com os quatro filhos, e sempre afirmaram a sua inocência.

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14