sicnot

Perfil

Mundo

Milhares de pessoas manifestaram-se contra corrupção no Peru e Panamá

© Guadalupe Pardo / Reuters

Milhares de pessoas manifestaram-se na quinta-feira no Panamá e Peru contra a corrupção, nomeadamente contra o caso que envolve subornos da empresa brasileira Odebrecht.

A manifestação na capital peruana, Lima, foi convocada pela Confederação Geral dos Trabalhadores do Peru (CGTP), a maior central sindical do país, para exigir justiça e expressar o seu descontentamento contra os ex-presidentes Alejandro Toledo (2001-2006), Alan García (2001-2006) e Ollanta Humala (2011-2016), em cujos mandatos tiveram lugar os subornos.

Os mais de 2.000 manifestantes tinham cartazes contra a maioria dos líderes políticos do país com a intenção de que a Procuradoria-geral investigue o caso até às últimas consequências. Na manifestação participaram políticos esquerdistas, incluindo a ex-candidata presidencial às últimas eleições, Verónika Mendoza.

Outro dos participantes foi o ex-candidato presidencial Gregorio Santos, eleito governador da nortenha região de Cajamarca, e investigado pelo Ministério Público por alegados crimes de corrupção passiva e conluio contra o Estado e criminosa conspiração detrimento da sociedade.

A manifestação também foi apoiada por numerosas organizações sociais e grupos sociais como a plataforma que organizou protestos nas últimas eleições contra a candidata Keiko Fujimori, filha do ex-presidente preso Alberto Fujimori (1990-2000).

Responsáveis da Odebrechet confessaram ter pagado 29 milhões de dólares (cerca de 27 milhões de euros) em subornos a funcionários peruanos entre 2005 e 2014.

Até à data, o ex-presidente Toledo é a mais alta figura política peruana acusada no caso Odebrecht, sendo alvo de um mandado de captura internacional por alegadamente ter recebido 20 milhões de dólares em subornos em troca de favores à empresa brasileira num concurso público.

Também no Panamá, milhares protestaram na quinta-feira por causa do caso dos subornos pagos pela empresa brasileira em troca de contratos públicos.

"Não mais governos de ladrões e corruptos", lia-se em alguns dos cartazes dos manifestantes que seguiram desde o centro da capital até ao edifício do Congresso.

"O objetivo da manifestação é exigir que os corruptos em todos os partidos e os empresários sejam investigados, para que possam devolver o dinheiro e ir para a cadeia", disse à AFP Saul Mendez, um líder de um sindicato da construção que fazia parte da organização.

Segundo documentos publicados a 21 de dezembro pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a Odebrecht terá alegadamente pagado subornos relativamente a mais de uma centena de projetos em 12 países da América Latina e África, de aproximadamente 788 milhões de dólares norte-americanos.

Em causa Angola, Argentina, Brasil, Colômbia, República Dominicana, Equador, Guatemala, México, Moçambique, Panamá, Perú e Venezuela.

Lusa

  • Bernardo Silva no Manchester City

    Desporto

    O internacional português Bernardo Silva é o mais recente reforço do Manchester City, equipa inglesa treinada por Pep Guardiola, num contrato válido por cinco temporadas.

    SIC

  • Marco Silva vai treinar o Watford

    Desporto

    O treinador português Marco Silva assinou contrato com o Watford, da Liga Inglesa. O emblema que terminou a última Premier League na 17ª posição, a última antes dos lugares de descida, ganhou assim a corrida ao Crystal Palace e ao FC Porto, que também tentaram contratar o técnico.

  • Sérgio Conceição no radar do FC Porto

    Desporto

    O treinador português e os seus representantes têm marcada para esta sexta-feira uma reunião decisiva com o FC Porto. Sérgio Conceição poderá ser o sucessor de Nuno Espírito Santo no comando técnico dos dragões.

  • "A maior conquista foi construir estabilidade"
    2:14

    Economia

    António Costa voltou esta sexta-feira a garantir que a partir de junho nenhum subsídio de desemprego será inferior a 421 euros por mês. O primeiro-ministro falava nas jornadas parlamentares do PS, onde afirmou que a estabilidade é a maior conquista deste Governo.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mas do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • EUA testam sistema de defesa antimíssil

    Mundo

    Os Estados Unidos realizam na próxima semana um teste ao seu sistema de defesa antimíssil que, pela primeira vez, terá em consideração uma eventual ameaça de um míssil balístico intercontinental, ação que terá em mente as recentes ameaças norte-coreanas.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00

    Pequenas grandes histórias

    Aconteceu na Rússia, na estação de televisão Mir24 TV. A pivô, Ilona Linarte, viveu um momento insólito, no estúdio, quando apresentava o jornal. Um cão de raça labrador preto apareceu atrás dela aos saltos. A pivô foi apanhada de surpresa e reagiu com humor.