sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro encontro EUA-China desde eleição de Trump

É o primeiro encontro ao mais alto nível entre a China e os EUA, desde a eleição de Donald Trump. Assim que tomou posse o novo chefe de Estado norte-americano deixou nervoso o regime de Pequim ao pôr em causa a política "Uma só China".. O encontro entre o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, e o seu homólogo chinês, Wang Yi aconteceu esta manhã em Bona, na Alemanha, à margem da Cimeira da diplomacia do G20.

Ainda não são conhecidos pormenores deste encontro histórico entre os chefes da diplomacia dos EUA e da China mas na mesa estarão, decerto, os tópicos de tensão entre Washington e Beijing como Taiwan, as ilhas em disputa no mar do Sul da China ou o comércio internacional.

Um encontro que esteve quase para não acontecer depois de Donald Trump criar o primeiro incidente diplomático com Pequim ao questionar o princípio de "uma só China" e ao falar primeiro ao telefone com a líder de Taiwan, antes mesmo de Pequim, quebrando quase 40 anos de protocolo da diplomacia norte-americana.

O incidente obrigou Trump a recuar e a tentar deitar água na fervura, cerca de um mês depois, ao reconhecer a independência de Taiwan e ao prometer uma nova aproximação comercial e diplomática com a China e a ilha de Taiwan.

Ao confirmar a presença na cimeira da diplomacia do G20, o Ministério chinês dos Negócios Estrangeiros espera que este encontro "envie sinais positivos ao apoiar o multilateralismo, reforce a governança global e crie uma economia mundial inovadora, interconectada, aberta e inclusiva".

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.