sicnot

Perfil

Mundo

México não aceita disposições impostas de forma unilateral pelos EUA

O chefe da diplomacia mexicana, Luis Videgaray, disse esta quarta-feira que o México não vai aceitar disposições que um outro Governo queira impor de forma "unilateral", referindo-se às políticas migratórias anunciadas pelos Estados Unidos.

"Quero deixar claro e de maneira mais enfática que o Governo do México e o povo mexicano não têm de aceitar disposições de maneira unilateral de um Governo que as quer impor a outro", afirmou, num encontro com o Alto-comissário da ONU para dos Direitos Humanos para o México.

O ministro explicou que o México não vai aceitar "porque não tem de o fazer e porque não é do interesse do país".

O Departamento de Segurança Interna norte-americano divulgou terça-feira novas diretivas para a expulsão de imigrantes ilegais, referindo que quase todos os 11 milhões de indocumentados, a grande maioria hispânicos, que residem nos Estados Unidos podem ser potencialmente deportados.

No seguimento do decreto presidencial assinado a 25 de janeiro, o secretário da Segurança Interna também deu luz verde para iniciar os trabalhos para a construção do muro prometido por Trump durante a campanha eleitoral na fronteira entre os Estados Unidos e o México.

Sobre a visita que o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, inicia hoje ao México, o ministro disse que a questão migratória "será tema fundamental" e o "primeiro ponto na agenda".

A proteção do México aos seus cidadãos no estrangeiro "implica desenvolver uma estratégia de informação sem precedentes para que os mexicanos tenham conhecimento dos seus direitos, saberem lidar com possíveis violações da sua dignidade e dos seus direitos humanos", disse.

O ministro salientou também que o México não hesitará em recorrer às Nações Unidas ou outra qualquer organização internacional para defender os direitos dos mexicanos.

Lusa

  • Governo prepara projeto para suavizar transição para a reforma
    1:38

    Economia

    O Governo quer suavizar a transição do trabalho para a reforma. A ideia é que essa passagem seja feita gradualmente e não de um dia para o outro, o que pode ser mais traumático. O projeto prevê a possilidade de o trabalhador cumprir meio horário e acumular com meia pensão.

  • Primeiro discurso de Costa na ONU alinhado com o de Guterres

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, proferirá hoje o seu primeiro discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, devendo estar muito alinhado com a agenda política apresentada na terça-feira pelo secretário-geral da ONU, António Guterres, valorizando o multilateralismo.

  • Pelo menos 2 mortos em Guadalupe à passagem do furacão Maria

    Mundo

    A passagem na terça-feira do furacão Maria pelo arquipélago francês de Guadalupe, nas Caraíbas, provocou a morte de duas pessoas, indicou o governo. Em declarações à Rádio RCI, Eric Maire, delegado do governo, disse que um homem morreu devido à queda de uma árvore, e que outra pessoa foi encontrada morta junto ao mar.

  • Pistolas Nerf podem causar graves lesões nos olhos

    Mundo

    As balas das pistolas Nerf, quando atingem os olhos, podem causar graves lesões. O aviso é de um grupo de médicos de Londres, que recomenda a utilização de óculos protetores e o aumento da idade mínima para a utilização dos brinquedos.

    SIC

  • Investigadores descobrem como transformar gordura "má" em gordura "boa"

    Mundo

    Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington, Estados Unidos, descobriu como converter a gordura corporal "má" em gordura "boa", permitindo queimar mais calorias e atrasar o aumento de peso, num estudo conduzido em ratos. Estes resultados abrem caminho para a possibilidade de desenvolver tratamentos mais eficazes para a obesidade e para a diabetes associada ao aumento de peso em pessoas, segundo os autores.