sicnot

Perfil

Mundo

Projetos de construção do "muro de Trump" devem ser entregues a concurso em março

© Jose Luis Gonzalez / Reuters

O Governo norte-americano pediu esta sexta-feira às empresas interessadas que entreguem os seus projetos para o desenho e construção do muro fronteiriço com o México em março, com o objetivo de em abril começar a adjudicação de contratos.

Os serviços de proteção fronteiriça afixaram hoje um portal, dirigido às empresas, em que constam os prazos para apresentação daqueles projetos.

No aviso, os serviços fronteirços anunciaram que publicarão a 06 de março na Internet um formulário para que as empresas possam enviar as suas propostas de desenho e construção de "diferentes protótipos da estrutura do muro" nas proximidades da fronteira dos Estados Unidos com o México.

O processo desenrola-se em duas fases. Na primeira, será exigido às empresas concorrentes que apresentem um documento com os conceitos do seu projeto até 10 de março, e na segunda as autoriades avaliarão e selecionarão os melhores projetos, de forma a que a 24 de março os finalistas devam renovar as suas propostas, juntamente com o preço exigido.

O concurso exige a todas as empresas que incluam nos seus projetos "uma opção para acrescentar mais extensões" ao muro previsto entre os dois países.

Esta semana, o governo dos Estados Unidos anunciou que pretende iniciar a construção do muro nos encaves fronteiriços-cheve de El Paso (Texas), Tucson (Arizona) e El Centro (California).

Estes enclaves fazem fronteira com as cidades mexicanas de Juárez (Chihuahua), Nogales (Sonora) e Mexicali (Baixa California), respectivamente.

O muro da fronteira foi uma das promessas que levou Donald Trump à Casa Branca, com a garantia de que o custo da obra seria pago pelo México, ainda que seja o Congresso norte-americano a adiantar o dinheiro.

O custo estimado do muro fronteiriço começou por ser calculado em oito mil milhões de dólares, mas os últimos cálculos do Departamento de segurança Nacional apontam para 21.600 milhões de dólares.

Lusa

  • Inglaterra estreia-se com vitória suada frente à Tunísia

    Mundial 2018 / Tunísia

    A seleção inglesa estreou-se no Mundial 2018 com um triunfo sobre a Tunísia por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado já para lá do minuto 90. O jogo foi referente à 1.ª jornada do grupo G. Veja aqui os golos e os lances que marcaram o encontro.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC