sicnot

Perfil

Mundo

Rede internacional de tráfico de droga desmantelada em Espanha

A Guardia Civil espanhola anunciou esta quinta-feira ter desmantelado uma rede internacional de tráfico de droga. A investigação contou com a colaboração de polícias de vários países, entre as quais a Polícia Judiciária portuguesa.

Treze pessoas foram detidas nas Canárias e em Itália por suspeitas de branqueamento de capitais e falsificação de documentos. Os detidos são da Lituânia, Ucrânia e da Colômbia e terão conseguido traficar para o continente europeu quase 400 quilos de cocaína.

A droga era introduzida e dissimulada em avionetas, veleiros, contentores e, em alguns casos, distribuída por correios humanos.

Durante a operação nas Canárias foram feitas 10 buscas domiciliárias e duas outras em embarcações suspeitas. As autoridades apreenderam documentos em suporte informático com informações comprometedoras e mais de 500 mil euros em dinheiro.

As autoridades acreditam que os suspeitos levavam uma vida considerada de luxo e contavam com a colaboração de mais de 140 pessoas em diferentes países.

  • Guarda Civil espanhola apreende mais de 400 mil euros em droga
    0:53

    Mundo

    Um homem de nacionalidade dominicana foi esta segunda-feira preso em Espanha por suspeita de tráfico de droga e branqueamento de capitais. Na operação levada a cabo pela Guarda Civil espanhola foram apreendidos 166 quilos de cocaína, que estavam escondidos em malas no sotão de uma casa, perto de Madrid, e também numa carrinha. A droga encontrada está avaliada em mais de 400 mil euros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.