sicnot

Perfil

Mundo

ONU alerta para perigo de desastre químico na Ucrânia

© Alexander Ermochenko / Reuters

A ONU advertiu hoje que um desastre químico pode ocorrer no leste da Ucrânia devido ao conflito armado que persiste na região, onde existem instalações industriais e de fabrico de produtos químicos.

"Os combates agora fazem-se também nas cidades, perto destes centros industriais, e cada vez é maior o risco de que uma fábrica seja atingida", disse o relator da ONU para os direitos humanos e as substâncias perigosas, Baskut Tuncak.

O mesmo responsável sublinhou que qualquer incidente teria graves consequências para os habitantes das áreas vizinhas.

Há duas semanas, um edifício onde estão armazenados sete toneladas de gás cloro foi atingido, mas nenhum dos recipientes foi danificado.

De acordo com o relator, a rutura de um só desses recipientes, com 900 quilos, poderia matar qualquer pessoa num raio de 200 metros, além das graves consequências para a saúde num raio de 2,5 quilómetros.

A maioria das instalações industriais da Ucrânia - muitas com explosivos e substâncias altamente tóxicas - está localizada na região do conflito, que eclodiu em abril de 2014 e que levou à ocupação da Crimeia pela Rússia.

Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15