sicnot

Perfil

Mundo

Chanceler admite proibir ministros turcos de discursar na Áustria por razões de segurança

© Yves Herman / Reuters

A tensão entre a Turquia e a União Europeia também chegou à Áustria. O Chanceler austríaco disse esta segunda-feira que não aceitaria que ministros turcos fizessem campanha no país.

Christian Kern diz que a ser tomada a decisão teria como base motivos de segurança pública. Esta afirmação surge depois de a Alemanha e a Holanda terem proibido ministros de turcos de discursar.

Ambos os países justificaram a decisão por considerarem que as intervenções dos ministros iriam servir para fazer campanha pelo referendo na Turquia, que pretende alargar os poderes de Erdogan.

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14