sicnot

Perfil

Mundo

Encontro entre Trump e Merkel adiado para sexta-feira devido a tempestade de neve

O encontro entre o Presidente Donald Trump e a chanceler alemã, Angela Merkel, previsto para terça-feira, foi adiado para sexta-feira devido a uma tempestade que deverá atingir o nordeste dos Estados Unidos, anunciou hoje a Casa Branca.

"O Presidente falou com a chanceler alemã. Concordaram que o encontro devia ser adiado e reagendado para 17 de março [sexta-feira] devido às condições meteorológicas", disse o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, em declarações aos jornalistas.


Segundo informaram os 'media' alemães, a partida do avião da chanceler foi cancelada quando o aparelho estava quase a descolar.
É a primeira viagem de Merkel a Washington desde que Trump chegou à Casa Branca, no passado dia 20 de janeiro.


Angela Merkel ia à capital federal americana a convite da Casa Branca e, de acordo com o programa avançado hoje por fontes alemãs, a chanceler iria ter um encontro bilateral com Trump e depois iria ter uma reunião com a presença de investidores e empresários.
Horas antes de entrar no avião, a líder alemã tinha realçado que os Estados Unidos são um parceiro comercial "central" para a Alemanha e da União Europeia (UE) e sublinhou que "o diálogo direto é sempre melhor quando alguém fala com o outro".


"Falar com o outro, em vez do outro, será o meu lema desta viagem", assegurou Merkel numa conferência de imprensa com representantes empresariais e do patronato antes da viagem a Washington.


A chegada de Trump à Casa Branca evidenciou os diferentes pontos de vista entre os parceiros transatlânticos em vários assuntos, como o comércio.


Perante estas eventuais diferenças, Merkel destacou a importância do comércio transatlântico e realçou os benefícios que traz para os Estados Unidos e a UE.


A agência norte-americana Associated Press noticiou hoje que as companhias aéreas dos Estados Unidos cancelaram quase 4.000 voos internos previstos para hoje e terça-feira devido à forte tempestade de neve que deverá atingir nos próximos dias a região nordeste dos Estados Unidos.


O programa informático de localização de aviões FlightAware.com anunciou ao final da manhã de hoje que mais de 1.100 voos previstos para hoje e 2.800 para terça-feira foram cancelados. As cidades mais afetadas são Chicago, Washington, Boston e Nova Iorque.


Foram emitidos alertas para Nova Iorque, partes do norte de New Jersey e do sul do Connecticut, com previsão de rajadas de vento de 90 quilómetros por hora. A neve pode atingir os 45 centímetros nas cidades de Nova Iorque e Boston, 30 em Filadélfia e 25 em Washington.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38