sicnot

Perfil

Mundo

Holanda lança alerta aos cidadãos na Turquia

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Holanda recomenda cautela aos cidadãos holandeses que se encontram na Turquia devido à deterioração das relações diplomáticas entre os dois países.

"Desde o dia 11 de março, 2017, que se registam tensões diplomáticas entre a Turquia e a Holanda. Mantenham-se alerta em toda a Turquia e evitem multidões ou locais onde esteja muita gente", refere o alerta emitido hoje pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros holandês.


Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia convocou o encarregado de negócios holandês em Ancara para manifestar formalmente um protesto sobre a forma como "foram tratados os membros do Executivo turco" na Holanda durante o fim de semana.

De acordo com a diplomacia da Turquia, o uso da força contra os manifestantes turcos na Holanda foi "desproporcionada".
Dois ministros do governo da Turquia foram impedidos de participarem nos comícios sobre o referendo à Constituição organizados pela comunidade turca na Holanda.


O ministro dos Assuntos Familiares foi escoltado pelas autoridades holandeses acabando por abandonar o país e o ministro dos Negócios Estrangeiros foi impedido de entrar na Holanda.


Logo após os acontecimentos que envolveram os ministros turcos, o presidente Recep Tayyip Erdogan disse que iria retaliar contra a Holanda e que o "nazismo está vivo no Ocidente".


O referendo sobre a revisão constitucional na Turquia, anunciado na sequência da intentona militar de 2016, pretende reforçar os poderes presidenciais a Erdogan.


Lusa

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.