sicnot

Perfil

Mundo

Holanda lança alerta aos cidadãos na Turquia

O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Holanda recomenda cautela aos cidadãos holandeses que se encontram na Turquia devido à deterioração das relações diplomáticas entre os dois países.

"Desde o dia 11 de março, 2017, que se registam tensões diplomáticas entre a Turquia e a Holanda. Mantenham-se alerta em toda a Turquia e evitem multidões ou locais onde esteja muita gente", refere o alerta emitido hoje pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros holandês.


Entretanto, o ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia convocou o encarregado de negócios holandês em Ancara para manifestar formalmente um protesto sobre a forma como "foram tratados os membros do Executivo turco" na Holanda durante o fim de semana.

De acordo com a diplomacia da Turquia, o uso da força contra os manifestantes turcos na Holanda foi "desproporcionada".
Dois ministros do governo da Turquia foram impedidos de participarem nos comícios sobre o referendo à Constituição organizados pela comunidade turca na Holanda.


O ministro dos Assuntos Familiares foi escoltado pelas autoridades holandeses acabando por abandonar o país e o ministro dos Negócios Estrangeiros foi impedido de entrar na Holanda.


Logo após os acontecimentos que envolveram os ministros turcos, o presidente Recep Tayyip Erdogan disse que iria retaliar contra a Holanda e que o "nazismo está vivo no Ocidente".


O referendo sobre a revisão constitucional na Turquia, anunciado na sequência da intentona militar de 2016, pretende reforçar os poderes presidenciais a Erdogan.


Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".