sicnot

Perfil

Mundo

Perto de mil voos cancelados pela greve nos dois aeroportos de Berlim

Michael Sohn

Os dois aeroportos de Berlim, Tegel e Schönefeld, continuam hoje paralisados pelo 2º dia consecutivo de greve do pessoal de terra. Ontem foram cancelados cerca de 660 voos. Hoje outros 600 deverão ser cancelados de e para a capital alemã.

A greve que começou esta segunda-feira foi prolongada até amanhã e é a terceira paralisação num mês.

Os cerca de dois mil trabalhadores exigem aumentos salariais de 12 euros por hora de trabalho, para contratos de 12 meses, uma proposta acima da oferta da direção dos aeroportos de Berlim.

No Tegel foram cancelados 460 voos e em Schönefeld 143, precisou um porta-voz da empresa gestora, citado pela imprensa local, ressalvando que pode haver mais cancelamentos. Muitos dos voos desta segunda-feira foram desviados para outros aeroportos alemães.

O sindicato Verdi decidiu aumentar a pressão sobre os empregadores depois de não verificar reações, alargando a greve até quarta-feira, que inicialmente devia terminar hoje.

O sindicato decidiu continuar com os protestos depois de no fim de semana não ter recebido nenhuma oferta da empresa na negociação de um novo contrato coletivo.


A greve está a causar danos milionários ao setor, criticou por seu lado a transportadora Air Berlim.

Com Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.