sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 200 mil ajudaram Melanie Segard a realizar o seu sonho em direto na televisão

Facebook Melanie Segard

Uma jovem francesa com Síndrome de Down realizou o seu sonho esta terça-feira ao apresentar o tempo, em direto numa televisão. Melanie Segard conseguiu a façanha depois de uma campanha no Facebook, que conseguiu reunir mais de 200 mil apoiantes.

A jovem de 21 anos apresentou o segmento do tempo na televisão pública France 2.

A campanha "Melanie peut le faire" (Melanie consegue fazê-lo, em português) foi apresentada por uma organização, que procura chamar a atenção para a Síndrome de Down, assim como introduzir estas pessoas na sociedade.

Segundo a BBC, a jovem explicou: "Sou diferente, mas gostava de mostrar a toda a gente que sou capaz de fazer muitas coisas".

A jovem teve dois dias de treino na televisão pública com a equipa da meteorologia. No treino, foram incluídas dicas para apresentar numa parede verde, onde depois seriam projetados os gráficos com as temperaturas.

De acordo com o que a coordenadora do Tempo da France 2 disse ao Le Parisien, apesar de não conseguir ler ou escrever, o objetivo desta ideia era fazer com que a jovem se sentisse integrada.

Durante todo o treino, Melanie Segard esteve acompanhada do irmão de 27 anos. Segundo o jornal francês, Cyril ofereceu à irmã alguns conselhos: "Imagina que estás sozinha em casa a apresentar o tempo. Diverte-te".

Facebook Melanie Segard

Melanie Segard vive com os pais e, nos tempos livres, gosta de ir a festas e a restaurantes com o irmão e os amigos. Quando era mais pequena, Melanie teve terapia para melhorar as suas habilidades motoras e a fala.

Desde setembro de 2016, a jovem trabalha numa empresa, onde embala produtos.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06